13 de junho de 2017

[Resenha #75] Obstinada

 Titulo: Obstinada
Autora: Sylvia Day
Editora: Universo dos Livros
Página:296

Sinopse:Londres, 1770. Debaixo de toda a seda e renda da sociedade londrina se encontra uma organização secreta de espiões de elite. Proteger a Coroa de seus inimigos é uma tarefa árdua, mas, para Marcus Ashford, proteger seu coração de uma obstinada paixão é um perigo ainda maior.
Como agente da Coroa, Marcus Ashford, o Conde de Westfield, já enfrentou inúmeros duelos de espada, foi atingido por dois tiros e se esquivou de mais disparos de canhão do que poderia contar. Porém, nada o excita mais do que o primitivo apetite sexual de sua ex-noiva, Elizabeth. Anos atrás, ela o preteriu pelo charmoso Lorde Hawthorne. Mas agora, Marcus deve defender a elegante viúva, e o fará ao mesmo tempo em que cuida de suas outras, mais carnais, necessidades, mostrando a ela até onde vai o real desejo de um homem.


Olá, meus queridos leitores. Ainda estou babando no layout novo do blog que deu muito trabalho, mas fiz com todo carinho para deixar o blog à coisa mais fofa do mundo. Hoje trouxe um livro que já estava há um tempo na minha estante e eu sempre namorava muito a capa, e para os amantes de romance de época senta que lá vem resenha de Obstinada da lacradora Sylvia Day.


O livro se passa em 1770 onde toda sociedade de Londres vivia completamente a base de títulos de nobreza. Marcus Asford, um homem bem sucedido da época um  mulherengo de mão cheia, e sabe muito bem os galanteios que tem. Do outro lado temos Elizabeth Hawthorne, uma linda mulher que tem um passado com Marcus, um passado que a seu ver não terminou nada bem, o quanto ela puder manter distancia de seus charmes ela manterá.


Depois de quatro longos anos eles estão frente a frente de novo. O tempo todo trocam farpas e ao mesmo tempo elogios, mas Marcus tem um serviço no qual Elizabeth não gosta. O Marido de Elizabeth havia falecido então ela esperou passar seu período de luto para voltar normalmente a sociedade. Marcus vendo ali então uma bela oportunidade de reconquistar sua amada, sim ele era um mulherengo, mas quando se tratava de Elizabeth suas defesas se abaixavam.



Eis então que Marcus que vai protegê-la, pois ela tem algo que algumas pessoas desejam muito, o diário onde seu falecido marido deixou vários códigos. Com isso ela tem que conviver com Marcus. Com o tempo ele vai ganhando a confiança dela, mas nem por isso ele deixa de fazer piadinhas e de seduzi-la. Ao mesmo tempo são teimosos e receosos. Um dia em um passeio eles foram atacados por alguns homens que tinha o objetivo de levar o diário embora a todo custo, porém nossa linda protagonista é dona de uma pontaria certeira deu um belo tiro que os afastaram deles, depois disso Marcus ficou com sangue no olho querendo encontrar quem havia os enviado para pegar o diário.

Marcus, assim como o irmão e o falecido marido de Elizabeth trabalham para uma agencia, eles fazem vários tipos de missões e sempre colocando a vida em risco, esse era o medo de Elizabeth ao se entregar novamente ao seu amado. Mesmo com esses quatro anos longe eles ainda sentem algo grandioso um pelo outro, e estão cada vez mais próximo de reatarem, mas nem tudo é tão fácil quanto parece quando a vida de alguém está em jogo. Um livro sedutor com uma pitada de aventura e recheado de surpresas.



Que livro é esse senhor? Como que eu não li esse livro antes? Esse livro estava na minha estante há mais ou menos um ano, em uma promoção ele saiu a 12,00 ele e mais quatro livros da série. Já sou fã da Sylvia Day e para quem acompanha o blog isso não é novidade, fico boba com a imaginação dessa mulher sério mesmo.  A marca registrada dessa autora é um bom hot, mas por incrível que pareça nesse livro o foco central é nos mistérios que giram em torno do diário e quem está atrás dele.

 A trama foi muito bem elaborada, o linguajar de época está maravilho nada muito complexo, e sim de uma maneira fluida, pois tem romances de época que você se vê perdido em meio da narrativa. A ambientação está maravilhosa, o livro se passa em Londres um lugar que sou louca para conhecer. A Sylvia mexe com a cabeça do leitor na riqueza nos detalhes, ela não é exagerada, mas ela gosta de deixar livre a imaginação do leitor para pensar da forma que ela   imaginou quando escreveu.

Marcus, que homão viu ele é o Gideon Cross da época, vi muitas pessoas também fazendo essa comparação, mas ele não tem trauma  nem nada, apenas um mal entendido com sua amada que ele não vê a hora de se resolver. Um homem que não mede esforços quando o assunto é a mulher que ele ama. Um cara bem resolvido, com um charme que vou te falar viu  ô lá em casa.. rsr   cativante e engraçado foi por isso que me dei tão bem com ele. Elizabeth, nossa moçinha que de moçinha não tem nada uma mulher porreta viu? Que mulher forte meu deus, coisa que não é tão comum em um romance de época, me identifiquei demais com ela.


Os personagens secundários aqui são de grande importância, pois eles que soltam algumas pistas para você ter uma noção de quem está atrás do diário, nesse livro temos muito daquele ditado “as aparências enganam”  não é Spoiler e nem estou falando de um personagem especifico por que esse livro é carregado de surpresas.



A diagramação do livro está maravilhosa, não tenho nada a reclamar a textura da capa lembra muito a da capa do 50 tons. A narrativa é feita em terceira pessoa, antes não curtia muito essa narrativa, mas estou aprendendo a aprecia-la, pois nesse livro deu total impacto com as cenas. As cenas quentes  estão no ponto certo para aqueles que gostam , mas é um livro que você pode muito bem ler pulando as cenas quentes que você irá entender muito bem. A cada gênero que a Sylvia escreve ela me surpreende mais, ela conseguiu fazer um enredo bem intrigante que te deixa curiosa a todo custo com o final. Já estou lendo o próximo livro que é de um dos persoganes citados nesse livro, e só tenho uma coisa a dizer, a Sylvia lacra muito.

16 comentários:

  1. Boa tarde Bianca!

    Nunca li nada da autora. Já li muitas resenhas e não sei se ainda darei chance, por que não curto essa pegada hot dela, mas eu fico temendo de estar 'julgando o livro pela capa' sabe?? Mas gostei muito de sua escrita e do lay out do blog ! Parabéns, visitarei sempre agora!

    ResponderExcluir
  2. Oiii
    Bom diaaaaa!acredita que tenho este livro é nunca li rsrs
    Super interessante rua resenha.to meio com raiva pro não ter lido antes kkkk
    Pelo tanto de pontos positivos que vc destacou .
    Amo esta capa e vou ler imediatamente
    E teu site está maravilhoso parabéns

    ResponderExcluir
  3. Oie, tudo bem?
    Eu adorei essa historia, mesmo sendo hot, achei bem bacana o enredo e me interessei pela leitura, ainda mais lendo a resenha tão positiva 😁

    ResponderExcluir
  4. Oie! Tudo bem?

    Estou passando a dica desse livro infelizmente, não aguento mais ler ou ouvir falar de livros eróticos, são bem poucos aqueles que estão me agradando realmente, esse parece ser muito bom, mas para quem ainda ler o gênero!

    Bjss

    ResponderExcluir
  5. Oie!
    Eu comprei também esse livro, mas ainda não tive a oportunidade de ler.
    Sabe quando fica na pilha e acaba deixando para depois? Foi o que aconteceu com esse livro. Não sabia que o livro era assim tão bom, e agora preciso voltar ele aqui na pilha.
    Gostei dessa dica!
    Bjks!
    Histórias sem Fim

    ResponderExcluir
  6. Olá!
    Eu já li a série Crossfire da autora e fiquei apaixonada, então você dizer que o protagonista desse é o Gideon Cross de época me conquistou, e me fez querer ler a obra o mais rápido possível, com certeza hahaha Dica super anotada!
    Beijos.

    ResponderExcluir
  7. Oi Bianca!

    Tudo bem? Eu, particularmente, adoro livros eróticos e a Sylvia Day é uma das autoras que realmente dominam o tema. Nunca li esta série, só Crossfire e eu até gostei com algumas ressalvas e tal.

    Acho que o mais me chama atenção é o fato de a trama ser bem elaborada. Apesar das minhas ressalvas em Crossfire eu realmente tenho que admitir que os dramas da personagens principais são muito bem trabalhados.

    Sem dúvida o que mais me chamou atenção na sua resenha foi o fato de que Obstinada é um romance de época. Não fazia ideia disso e fiquei ainda mais interessada na leitura e outro ponto a favor é que a história é ambientada em Londres!

    Beijinhos - Jessie
    www.paraisoliterario.com

    ResponderExcluir
  8. No passado li uma obra de Sylvia Day que não gostei nada. Desde então olho meio torto para as obras dela. Embora muitos amém. A sua resenha me deixou curiosa, mas ainda assim não sei se estou disposta a dar outra chance para essa autora. Quem sabe um dia. Mas ainda assim amei sua resenha, dá até curiosidade de ler a obra. Bexitus!

    ResponderExcluir
  9. Eu ri com o "Gideon Cross da época". Hahaha
    Pra te falar a verdade a única coisa que me interessou no enredo foi o mistério acerca dos diários. O restante não chamou muito minha atenção e acho que não leria o livro por isso. Mas eu nunca digo nunca.

    Beijos

    ResponderExcluir
  10. Nunca li nada da Sylvia , mas tenho vontade de conhecer as histórias dela , pois não tem como julgar o não se conhece , não é mesmo ? Fiquei bem feliz em saber que a autora também escreve romance de época , sou fã do gênero e não sabia dessa "face" da Sylvia. Eu estava gostando bastante do enredo, até que li o nome "série" e fiquei me triste rsrsrs Eu tô com muita série para concluir e não quero iniciar nenhuma outra por enquanto, mas vou anotar para quando eu concluir algumas. A autora é realmente muito diva mesmo, sempre vejo muitas coisas legais sobre as obras delas. Beijos !

    ResponderExcluir
  11. Oi, bacana saber que não é uma obra carregada de hots, tanto que dá para pular as cenas quentes, e é o que eu faria. Gostei de saber que é um romance de época que traz um mistério, algo diferente do que temos encontrado por aí. Bacana sua resenha, eu não sabia nada sobre a obra.

    ResponderExcluir
  12. Olá Bianca,
    Primeiro, o layout está lindo, parabéns!
    Segundo, existem alguns autores que não tenho vontade de ler e a Sylvia Day é uma delas. Fico contente que você tenha curtido a leitura e que a indique. Acho que a narrativa em terceira pessoa - algo que gosto muito - dá uma amplitude maior para a obra, mas vou deixar a dica passar.
    Beijos

    ResponderExcluir
  13. Ola!
    Eu sou uma pessoa que leu Gideon e não gostei, então fico com medo em relação a Sylvia. Porém, eu gostei da sua resenha e fiquei mega curiosa na história.

    Beijos
    Leitora Dramática
    http://blogleitoradramatica.blogspot.com.br/?m=0

    ResponderExcluir
  14. Oii Bianca, tudo bem? Que bom que gostou tanto da leitura! Espero que continue apreciando a leitura da série. Eu nunca li nada da autora, por não gostar tanto de tramas hot, mas fiquei curiosa com esses livros por focarem mais no mistério, então anotei a dica :)
    Beijos!

    ResponderExcluir
  15. Este comentário foi removido pelo autor.

    ResponderExcluir
  16. Olá, tudo bem?
    Gosto muito desse gênero, acho que se aplica a um dos meus favoritos.
    Mas não consigo gostar da escrita da Silvia, não sei bem o porquê, já peguei diversos livros da autora, e no fim (quando consigo chegar) nunca me surpreendi.
    Que bom que gostou tanto da leitura, um beijo.

    ResponderExcluir