16 de fevereiro de 2017

[Resenha #62] Morgenstern

Titulo: Morgenstern
Autora: Kelly Hamiso
Editora: Novo Século
Páginas: 368

Sinopse:"Sarah Vega é uma jovem dedicada aos estudos e à família. Além de estudar Fisioterapia, ajuda a mãe no carrinho de cachorro-quente e cuida do pai cadeirante. Um amor incondicional que ela só compartilha com os fiéis amigos. Paciente, está à espera do homem certo, alguém que fará a diferença em sua vida. Há quem diga que esse homem é Andreas, um rapaz charmoso e atencioso, completamente apaixonado por Sarah. Ela, apesar de querê-lo bem, não sente o mesmo. Uma inesperada visita a uma academia faz seu mundo virar de cabeça para baixo. Quando se depara com o campeão de MMA Hans Scheidemann – a Muralha Alemã –, Sarah se vê envolvida em um turbilhão de paixões e dúvidas. Afinal, Hans tem seus segredos, capazes até mesmo de colocar a garota em perigo. Tudo se complica ainda mais quando uma vidente lhe faz uma revelação inusitada: Sarah tem um dom especial e faz parte de um seleto grupo – as Estrelas da Manhã – do qual depende o equilíbrio do mundo. Numa trama tão alucinante quanto comovente, repleta de romance, esoterismo, ação e emoções à flor da pele, Sarah terá de fazer as escolhas certas. Disso depende não apenas seu futuro, mas o de toda a humanidade."

Olá, meus leitores. Tudo bem com vocês? Espero que sim. Hoje vim fazer resenha de um livro que sempre via muitas pessoas falando, e assim que a Lilian Comunicações me enviou um e-mail falando um pouco mais do livro, não pensei duas vezes antes de solicita-lo.



Sarah é uma jovem muito esforçada, estuda para ser fisioterapeuta, trabalha em um hospital, cuida do seu pai que é cadeirante e ajuda sua mãe em seu carrinho de cachorro quente. Sarah é aquele tipo de pessoa que sempre faz a vontade das pessoas esquecendo a dela própria. Do outro lado temos Hans,  mais conhecido como Muralha Alemã é um ex-lutador muito conceituado até hoje. Depois que saiu da vida do Box, Hans abriu a Sieger uma academia na qual ensina as coisas que sabe desde o Box até o MMA.  Um dia o professor de Sarah os convidou para ir até uma academia para fazer como se fosse um trabalho de campo. Chegando a Singer Sarah ficou maravilhada ao conhecer o Montanha, Erika e A Muralha. Ao contrario dos seus amigos ela não ficou tão impressionada, apenas os admirou de longe, estava mais atenta ao seu celular do que qualquer outra coisa.
“[...] Sabe quando você cruza  com um olhar  e seu coração dispara como se você tivesse corrido quilômetros?Então, isso não acontece comigo.”
Em um momento Hans tocou sua amiga e os outros que estavam presentes para tirar uma foto, mas não a tocou, e isso a deixou intrigada.  Depois de alguns dias Sarah resolveu pedir para tirar fotos do Hans, para um trabalho. No começo ele ficou receoso em aceitar, pois não gostava de fotos, mas no fim acabou cedendo mesmo sem saber quem era a aluna do seu amigo que queria as fotos. Quando Sarah chegou a Sieger, ele a escutou de longe. Sarah posicionou a câmera, e logo começou a fotografar o campeão. Os dias foram se passando e cada vez mais ela se sentia atraída por ele de uma maneira diferente.

“ Vencedor do round: Empate técnico

Sarah tinha umas visões meio borradas, e não sabia ao certo do que se tratava, chegou até questionar um pouco sua sanidade devido ao pouco tempo que dorme. Com isso procurou um médico que a disse que tudo isso poderia ser por causa das poucas horas de sono. Hans e Sarah começam a se envolver, mas ela tem a lei dos 12 encontros e eles as seguem. Mesmo sem a aprovação dos pais de ambos eles começam a namorar, alguns questionam a diferença de idade já que Hans é bem mais velho que Sarah. Sarah tem um dom, do qual ela ainda não tem noção de sua grandeza. Com o tempo Hans a apelida de Morgenstern. As coisas começam a ir complicando ao longo da trama, quando muitas coisas começam a ir ficando claras na cabeça de Sarah, quando seu dom começa a lhe ensinar coisas. O destino da humanidade está na mão dela. Será que ela vai saber como lidar com isso?

 “ Quais segredos escondem esses olhos?”
Gente estou extasiada com esse livro, eu queria contar mais e mais, mas não posso, pois tudo que eu falar vai ter uma chave que ligara a outra coisa do enredo. Eu não tenho palavras para esse livro Antes de qualquer coisa   ESSE LIVRO FOJE DE TODOS OS CLICHÊS QUE VOCÊ JÁ VIU, ELE NÃO É PREVISIVEL E VOCÊ NUNCA LEU NADA PARECIDO COM ELE.  Bom, pelo que eu falei lá em cima um pouco do livro, vocês podem sim achar que tem algo clichê na trama, mas não tem. A Kelly nos apresenta a um universo que você se sente imerso querendo mais, e mais. Foi meu primeiro contato com a escrita da autora, e estou de queixo caído com a forma que ela construiu tão bem os personagens e o dom da Sarah.


Sarah foi uma personagem que me cativou desde o inicio, uma menina esforçada que faz de tudo, tudo mesmo para ajudar sua família, ela vive em prol de ajudar seu pai que é cadeirante, e um tanto preconceituoso (que ironia não?). Um personagem forte, marcante e que não é cheia de mimimi igual estamos acostumados é muito fácil se identificar com ela. Hans foi um personagem que me marcou muito que me fez chorar, e para ser sincera aprendi muita coisa com a Muralha Alemã, ao longo que vamos conhecendo sua estória ficamos maravilhados com ele. Um personagem forte, marcante e que toca nossos corações.
“-Tá reclamando, campeão?-Não, estou agradecendo...-Continuou Hans, sem olhá-lo.”

Temos os personagens secundários como a Gil, Paulo, Andreas, Sr Antonio, Erika Muralha entre outros, mas para mim quem se destacou foi o Sr Antonio, um senhor já de idade tão sábio, que quase todas as suas falas estão marcadas com Post it no livro. Um senhor que sempre esteve ao lado do Hans. Conhecemos o Sr Antonio logo no prólogo, e com toda certeza queria ter um amigo como ele. Tenho que destacar que todos os personagens secundários da trama tem tanta importância quanto os principais quem já leu esse livro sabe do que eu estou falando. A autora trabalho muito bem os personagens, dando a cada um ma personalidade marcante e muito bem construída.
“[...] Mas o que nos difere dos demais  é que somos guerreiros, e os guerreiros não desiste.”
 Sobre a edição física do livro não tenho nada a reclamar, está realmente de babar, folhas amareladas, fonte em um tamanho bom, e a diagramação nem se fale a começo de cada capítulo tem uma fonte maravilhosa. O livro possui duas orelhas em tamanho grande. A capa eu nem preciso falar né? Todos  os meus leitores sabem o quanto eu sou alucinada com capa, e essa está digna de babar coloquei o livro até em um lugar de destaque na minha estante para qualquer um que chegar conseguir vê o quão linda ela é .

“Era um campeão, uma muralha, e Sarah era um golpe baixo perfeito, executado com força, velocidade e precisão.”

A leitura é fluida, e a cada novo capítulo você descobre uma coisa e fica assim “como pode ser? Meu deus!” quando você está lendo esse livro você não sabe o que te aguarda no próximo capitulo, e lacração atrás de lacração. Eu não posso falar muito, mas pode ter certeza que muitas vezes ao longo da narrativa vocês vão ficar de queixo caído. As previsões e dom da Sarah foram muito bem trabalhados, a autora nos apresenta tudo de uma maneira clara. A escrita da autora é bem detalhada, mas nada arrastado, e sim essencial para compreendermos a trama. Mesmo não sendo tão fã de narrativa em terceira pessoa esse livro me laçou de uma maneira que eu não sei explicar. Peguei-me várias vezes chorando, pois a estória vai mexer com você. Quando cheguei ao fim eu me agarrei ao livro e chorei, o livro vai trazer uma lição a quem ler, e espero que todos tomem para si essa lição.  Tenho que parabenizar a autora, pois ta tudo maravilhoso nesse livro, favorito ainda não é o suficiente em vista do que esse livro merece. Espero que tenham gostado da resenha. Um grande beijo!

“ Um bom cobertor de orelhas nos faz sentir vivos, velho amigo. Por que quando a velhice realmente chegar, tudo que você julga importante agora não passará a ser mera lembrança. Já o amor, campeão, ele é eterno, não envelhece e nos faz sentir verdadeiramente vivos. Deus nos fez de amor. Não podemos passar a vida vazios desse sentimento”

14 comentários:

  1. Oi, tudo bem?
    Gente, quero lerrrrrr hahaha
    As partes em negrito onde você diz que não é clichê, parece que leu minha mente, pois eu imaginei que seria mais um livro desses que a gente sempre vê! Ok, recado dado e dica anotada! hahaha

    ResponderExcluir
  2. Olá.
    AMEIIIII A SUA RESENHA! Amei as suas fotos também, haha.
    Eu realmente gostei da resenha, me deixou hiper curiosa sobre o livro. Se ele for tão bom assim, eu tenho certeza que me agarrarei ao livro igual você.
    Beijos ♥
    https://romanceerotic.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  3. Oi, Bia!
    Pela capa parece ser só um romance mais quente. Mas pelo jeito exite algo um tanto sobrenatural ou coisa assim, por conta dessas visões de Sarah. Fiquei bastante curiosa com o livro. Com certeza vou dar adicionar a minha lista. ^^
    Obrigada pela dica!
    Beijão!
    http://www.lagarota.com.br/
    http://www.asmeninasqueleemlivros.com/

    ResponderExcluir
  4. Oi, tudo bem?
    Eu já vi esse livro por ai, mas confesso que nunca fiquei muito animada, pois a premissa não chamou a minha atenção, sabe? Acho que por eu não curtir muito histórias sobrenaturais... Mas gostei de saber sua opinião sobre a obra, não imaginava que o livro fugisse dos clichês, porque realmente a premissa dá a entender que será bem clichê. Os personagens parecem ser ótimos mesmo, principalmente a protagonista, mas eu não fiquei animada ao ponto de querer ler ainda.

    Beijos:*

    ResponderExcluir
  5. Oi amore,
    Que capa linda... já quero ler só pela capa.
    Sua resenha está linda, e as fotos muito boas. Já curiosa por conhecer os personagens!
    Beijokas!
    www.facesdeumacapa.com.br

    ResponderExcluir
  6. Não sei se foi sua escrita ou o livro, mas estou extremamente apaixonada. Que coisa incrivel, quero poder conferir logo! Seja pela capa, a história, a curiosidade... Tudo, quero mais! Não conhecia a história e estou apaixonada, você nao soltou nenhum spoiler e isso só me atiçou mais.

    ResponderExcluir
  7. Oiee Bia ^^
    No começo parecia mesmo que o livro era um clichê, principalmente pelos personagens e tals... E eu até fiquei curiosa para lê-lo e ver o que de tão diferente ele tem. Mas essa coisa de dom e de a humanidade depender da protagonista...sei não *-* Fiquei um pouco receosa em relação a isso, então não sei se o leria por ora...
    MilkMilks ♥

    ResponderExcluir
  8. Oie
    que legal que a leitura te agradou tanto, a capa é uma graça e aparece ser uma leitura legal, gostei da sua resenha e já ouvi outros elogios que também me convenceram então a dica está anotada

    beijos
    http://realityofbooks.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  9. Oie tudo bem?

    Assim que bati o olho nesse livro achei que ele era para mim, porém já na sinopse esbarrei com o pré-conceito de que a mocinha é muito ingênua, muito chatinha haha você falou muito bem dela, mas confessa vai, ela é daquele tipo de ficar encanada por tudo né?

    Por que o nome do livro é Morgenstern? Não é o sobrenome dele, não é o nome da academia, será que é muralha alemã? Fiquei curiosa com isso e com a lição que você disse que ia encontrar no final do livro, agora vou ser obrigada a ler rs

    Bjs
    www.paraisoliterario.com

    ResponderExcluir
  10. Eu já pude conferir algumas resenhas a respeito desse livro e fiquei bem curiosa, pois tem uma coisa de fantasia misturado e dá vontade de saber mais sobre essas visões. Acho a capa bem bonita e não descarto uma leitura no futuro.

    Beijo

    ResponderExcluir
  11. Olá Bia, tudo bom?
    Nunca tinha ouvido falar desse livro e, de fato, de inicio pareceu ser mais do mesmo. Quando você fala em sua resenha que é diferente de tudo que já lemos e que terminou o livro chorando, abraçada ao mesmo, bem! Fiquei louca de vontade de ler esse livro. Quero muito saber qual é esse dom da personagem e o que torna essa história tão especial, ao ponto de te emocionar tanto. Espero que me encantar e me emocionar tanto quanto você! Ps: Amei suas fotos, estão muito lindas!

    Beijos!!
    entrelivrosepersonagens.blogspot.com

    ResponderExcluir
  12. Oiee!
    Não conhecia esse livro e achei a capa bem bonita.
    Porém, pela sua resenha, a premissa e os personagens não me atraíram muito...
    Entendi o que você quis dizer por não ser mais do mesmo como todos esperam, mas também não consegui muito compreender o porquê rs
    Acho que seja pela quantidade de mistérios e segredos que você não pode contar pra não spoilar ninguém né? rsrs
    Fico feliz que tenha gostado da leitura, mas não sei se eu me aventuraria hehehe
    Um beijo!!

    www.asmeninasqueleemlivros.com

    ResponderExcluir
  13. Li já outras resenhas desse livro e não gostei do enredo.

    Não lembro das razões citadas em outra resenha que haviam me feito desgostar da trama, mas você parece ter tomado um rumo diferente...Que me fez pensar em talvez ler o livro, haha!

    Não havia visto nada sobre os dons, sobre ter algo que irá lhe tocar o coração... Agora quem sabe eu o leia e tire minhas próprias conclusões?

    Abraços!
    www.asmeninasqueleemlivros.com

    ResponderExcluir
  14. Olá! É a primeira vez que ouço falar desse livro e achei ele bem legal, apesar de não estar lendo livros assim hoje em dia ainda aprecio de vez em quando para uma leitura rápida.
    Sua resenha foi bem construída e que fotos maravilhosas menina, achei lindas.
    Xoxo

    ResponderExcluir