13 de setembro de 2016

[Resenha #36] : Sr Daniels

Titulo: Sr Daniels
Autora: Brittainy C. Cherry
Editora : Record
Páginas: 310


Sinopse:Depois de perder a irmã gêmea para a leucemia, Ashlyn Jennings vê sua vida mudar completamente. Além de ter de aprender a conviver sem parte de si mesma, ela precisa se adaptar a uma nova rotina. Enviada pela mãe para a casa do pai, com quem mal conviveu até então, ela viaja de trem para Edgewood, Wisconsin, carregando poucos pertences, muitas lembranças e uma caixa misteriosa deixada pela irmã.

Na estação de trem Ashlyn conhece o músico Daniel, um rapaz lindo e gentil, e a atração é imediata. Os dois compartilham não só o amor pela música e por William Shakespeare mas também a dor provocada por perdas irreparáveis. Ao sentir-se esperançosa quanto a sua nova vida, Ashlyn começa o ano letivo na escola onde o pai é diretor. E não consegue acreditar quando descobre, no primeiro dia de aula, que Daniel, o belo músico de olhos azuis com quem já está completamente envolvida, é o Sr. Daniels, seu professor de inglês. 
Desorientados, eles precisam manter seu amor em segredo, e são forçados a se ver como dois desconhecidos na escola. E, como se isso já não fosse difícil o bastante, eles ainda precisam tentar de todas as formas superar os antigos problemas e sobreviver a novos e inesperados conflitos.



Olá meus queridos leitores, tudo bem com vocês? Bom, espero que sim!
Hoje vim falar de um livro que  mexeu muito com as minhas estruturas .

“Não importa o que aconteça, não importa quantas vezes você lide com ela, a morte não fica mais fácil”
 No livro somos apresentados a Ashlyn uma jovem que acaba de perder sua irmã gemia e sua mãe a manda ir morar com seu pai. O pai de Ashlyn nunca foi um homem muito presente na vida das filhas, com isso Ashlyn fica receosa em ir, mas acaba indo já que em sua cabeça sua mãe não a quer mais ali. Também somos apresentados a Daniel Daniels, um homem  maduro que ama música e que recentemente perdeu o pai e a mãe ( Isso não é spoiller está logo nos primeiros capítulos)  e tem um irmão viciado em drogas. No trem quando Ashlyn está indo para casa de seu pai, ela se depara com Daniel e logo se vê intrigada diante de tanta beleza, ao descer do trem ela está a espera do seu pai quando Daniel se aproxima e recita Shakespeare ela fica encantada já que ela é apaixonada por Shakespeare, eles acabam conversando e ele a convida para um show da banda dele. Quando Ashlyn chega a casa do pai vê tudo totalmente diferente do que ela imaginava, agora ele era casado com uma mulher e essa mulher tinha dois filhos. Ashlyn  está desde de Chicago carregando um baú que sua falecida irmã havia dado para ela  e junto desse baú tinha uma lista que ela tinha que cumprir para abrir cada carta. Quando Ashlyn vai ao bar vê Daniel tocar ela percebe uma grande semelhança das letras das musicas com citações e de Shakespeare e então ele conta que todas as letras das músicas  são inspiradas em Shakespeare. A atração deles era nítida, mas em seu primeiro dia de aula tendo seu pai como vice-diretor da escola Ashlyn descobre que Daniel é o seu professor de inglês avançado mais conhecido como Sr. Daniels.  A partir daí é uma coisa de louco para que eles possam se acertar, varias coisas vão acontecendo ao longo do enredo. Será que eles vão ficar juntos?


“Desejei que Gabby ainda estivesse viva.E desejei que eu não me sentisse tão morta”

Bom, eu estou viciada na escrita dessa autora que se eu pudesse leria até sua lista de compras. Muitas pessoas conheceram essa autora por esse livro, mas comigo foi diferente eu conheci a autora pelo livro O AR QUE ELE RESPIRA. Eu tinha muitas expectativas referentes a esse livro e todas foram supridas com a maior excelência possível. A autora tem o dom de mexer comigo em seus livros, é uma leitura muito emotiva você se vê ali diante de dois personagens que perderam pessoas tão importantes há pouco tempo. Admira-me muito como ela consegue nos transmitir os sentimentos dos personagens através de suas palavras, você consegue sentir o amor do Daniel e da Ashlyn.  A história tem uma carga emocional muito grande, pois estamos lidando com a perda algo que não é muito fácil. Eu me desabei a chorar  quando a Ashlyn abre a primeira carta da sua irmã , é maravilhoso a sintonia entre as cartas parece que a Gabyy sabia certinho a ordem que Ashlyn iria ler as cartas.


“Lembre sempre do nosso primeiro olhar,E seu coração vai saber que sou o bastante. - Romeo's Quest”

Os personagens secundários dessa história me cativaram em todos os sentidos eu queria muito ser amiga deles de verdade rsrs,como por exemplo os filhos de sua madrasta  Rayan o irmão mais velho que é um amor e  a cada pagina que passa eu me apaixonava mais por ele, e a Haylen a mais nova que é super compreensiva e acolhe Ashlyn como se fosse sua irmã já lhe contando de imediato tudo sobre  sua vida.


“Não consigo entender como as pessoas que deveriam nos amar incondicionalmente são as que se viram contra nos num piscar de olhos”
A narração é em primeira pessoa tanto pelo ponto de vista da Ashlyn quanto do Daniel amo esse tipo de narrativa me deixa mais ligada aos personagens. Como sempre a autora me destruiu de tanto que me fez chorar, mas valeu cada lagrima por que o enredo é rico. O livro me fez repensar muitas coisas incluisive  não deixe para fazer depois o que você pode fazer agora, pois nunca sabemos o amanha o livro me ensinou a dar mais valor enquanto as pessoas estão em vida. A leitura foi muito fluida li em um dia. Para quem quer um livro bom, mas bom mesmo que vai arrancar lagrimas e deixar seu coração cheio de amor esse é uma ótima pedida.

“Não tenho medo de perder você.Tenho mais medo de me perder.Só não me faça escolher, pois vou escolher você” 

12 comentários:

  1. Olá
    Eu já li esse livro duas vezes e só de ler sua resenha já sinto saudade da trama. Sou apaixonada pela escrita da autora e adorei seus comentários justamente por me identificar com eles.
    Beijos, Fer
    www.segredosemlivros.com

    ResponderExcluir
  2. Li um outro livro da autora - Ar & Soul - e me decepcionei muito, então, não me interessei por este, mas não dá pra negar que os elogios são muito bem argumentos e os quotes que você compartilhou, me deixaram interessada!!!
    MEU AMOR PELOS LIVROS
    Beijos

    ResponderExcluir
  3. Ai, meu coração! Ele acaba de ser atingido pelo cupido literário (rs). Adorei saber sua opinião sobre esse enredo. Parece um drama daqueles que nos fazem sentir completamente dentro da história, envolvidos pelos personagens, torcendo efusivamente pela felicidade deles. Não é um livro qualquer. Ainda não li e, confesso, estava um pouco receosa de investir nessa leitura, mas não tem como ignorar... É um livro que vale a pena o investimento.

    Beijos!
    www.myqueenside.com.br

    ResponderExcluir
  4. Oie!
    Eu li esse livro e gostei bastante da narrativa da autora. Bem emocionante, com uma narrativa leve e que vicia. Gostei bastante desse livro e estou gostando da nova série que está sendo publicada pela Record. Muito bom!
    Bjks!
    Histórias sem Fim

    ResponderExcluir
  5. Eu estou louca por esse livro. A trama parece que vai mexer muito comigo e pela sua opinião eu acho que vou me apaixonar por cada pedacinho dele. Gostei bastante de ver o quanto a obra lhe agradou e espero que minhas expectativas também sejam superadas quando eu realizar a leitura.

    ResponderExcluir
  6. Eu nem sabia que essa autora era a mesma do ar que ele respira, mas não conhecia esse também, e como não li o outro... Enfim. Esse livro parece ser bem dramático, principalmente com tantos problemas familiares rondando os personagens. Infelizmente, ao contrário de você, eu não gosto muito desse tipo de narração em primeira pessoa que fica alternando os personagens, acabo ficando meio irritada kkkk. Gostei da sua resenha.
    Um abraço!

    http://paragrafosetravessoes.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  7. Oii,
    Eu tenho vontade de ler esse livro desde que lançou aqui no Brasil. Foram tantas resenhas que eu li que já quase decorei a historia. Por agora não dá pra comprar, então acho que vou baixar em ebook. Adorei sua resenha :D


    Abraços!
    http://lendocomobiel.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  8. Olá Bianca,
    Quanto amor para um livro só, menina!
    Já vi esse livro inúmeras vezes na livraria e sempre achei a capa bonita, mas nunca fui atrás de saber sobre o que se tratava a obra. Nem preciso dizer que achei bem interessante, não é? Adorei saber que a protagonista se apaixona pelo professor e quero saber o que acontece depois disso. A história parece ser bem viciante e espero curtir.
    Anotei a dica.
    Beijos,
    Um Oceano de Histórias

    ResponderExcluir
  9. Oi, tudo bem?
    Eu já vi esse livro por aí e li muitos comentários positivos, por isso tenho curiosidade. A premissa em si é interessante, gosto de histórias que abordem a perda e pelo visto essa é bem construída. Além disso estou curiosa para saber mais sobre as cartas e gosto de narrativas intercaladas.

    Beijos :*

    ResponderExcluir
  10. Olá, Bianca! Já havia lido sobre este livro e gostado dele, mas confesso que a sua resenha me encantou um pouco mais! É tão bom encontrar um livro que nos toque, nos passe essa importância do tempo e de nossas ações na passagem dele... E esses quotes? Achei todos lindos! Parece ser muito bem escrito e já vou anotar para conhecer a obra. Adorei saber que o livro te deixou algo de bom e agradeço-lhe pela indicação também. Parabéns pela resenha!

    Bjs,
    Yohana Sanfer.
    http://www.papelpalavracoracao.com.br/

    ResponderExcluir
  11. Olá!
    Estou querendo ler este livro!
    Sua resenha só me deixou mais ansiosa. Uma protagonista que se apaixona pelo professor soa tão ousado, né? Quero saber como a trama se desenrola e como os dois escondem isso (todos sabem que é difícil esconder o amor).
    Também amo narrativa em primeira pessoa.
    Estou louca para ler o livro, refletir sobre algumas coisas e conhecer esses personagens secundários que acabam sendo cativantes.
    Beijos

    ResponderExcluir
  12. Olá! Sua resenha é incrível, mas acho que não leria. A capa não me atraiu, e acho muito triste a história, mas quem sabe eu não dê uma chance para esse livro em breve, não é? Beijos

    ResponderExcluir