30 de agosto de 2016

Leituras de Agosto ♥





Olá meus queridos leitores, tudo bem com vocês? Bom eu espero que sim! Hoje vim falar das minhas leituras do mês, não foram muitas igual eu esperava, pois esse mês foi muito corrido para mim, mas mesmo sendo corrido li  uma quantidade boa de livros. Lembrando que esse mês eu dividi entre E-book’s e livros físicos, e nem todos que li esse mês tem resenha ainda no blog por que como vocês sabem  minhas colunistas também postam e para não ficar muito post e sempre bom dar uma inovada.  Não vou falar  sobre os livros apenas vou colocar a sinopse dele e falar brevemente.Vamos conhecer então os livros que eu li esse mês ?

É uma história de amor que se desenrola em uma fazenda de criação de cavalos no interior de Minas Gerais entre quatro melhores amigos: Heitor, Lurdinha, Lírio e Antônio. Uma história comovente que falará direto ao seu coração. 
Heitor sempre fora um homem simples e um amante dos animais e da natureza. Filho do capataz da fazenda do pai de Lírio, ele se acostumou com as constantes humilhações, sempre o lembrando de que ele nunca seria bom o suficiente para Lírio. Mas isso não o impediu de se apaixonar perdidamente pela linda e encantadora menina. 
Mas o destino de Lírio estava traçado desde seu nascimento. Como filha do fazendeiro mais rico da região, seu casamento com Antônio, filho do melhor amigo de seu pai controlador, era sua sina certa. Mas seu coração tinha outros planos. Planos indomáveis. E quando as peças do jogo finalmente se alinham para a última jogada, Lírio encontra forças e muita coragem para tomar as rédeas de seu próprio destino. 
Você vai se apaixonar pela alegria contagiante de Lurdinha, pela genialidade do dominador Antônio, pela resiliência, sensualidade latente e caráter de Heitor e, principalmente, pela transformação de Lírio em uma mulher incrivelmente forte e indomável, provando que não existe luta que possa ser ganha contra as vontades do coração. 
Você vai descobrir o amor. Não um amor qualquer, um furacão capaz de transformar vidas. Renda-se à leitura dessa história intensa, sensual, provocante e desinibida, uma tentação arrebatadora e emocionante que irá incendiar a sua imaginação! 
“Indomável é o coração, ele nos leva ao caminho que é do alvo dele.”

Ainda não tem resenha desse livro aqui no blog, mas postarei em breve. O livro me arrancou suspiro do primeiro ao ultimo capítulo é uma leitura super fluida e encantadora.

 Os anos se passaram. Judith Flores e Eric Zimmerman vivem em uma bela casa em Munique com os três filhos. E continuam tão apaixonados quanto no dia em que se conheceram. O alemão e a espanhola enfrentam juntos os desafios de criar um adolescente e de manter o desejo aceso no casamento. Apesar disso, tudo parece ir bem, até o dia em que uma mulher do passado de Eric reaparece e coloca à prova todas as certezas de Jud. Já os melhores amigos do casal, Mel e Björn, estão mais felizes do que nunca. E o advogado sonha com o dia em que a ex-tenente do Exército americano deixará de ser tão teimosa e aceitará se casar com ele. Unidos pela amizade e pelo sexo, os dois casais enfrentarão juntos as armadilhas que o destino coloca em seus caminhos. Será que o amor verdadeiro é mesmo capaz de vencer tudo?




 Também não tem resenha desse livro aqui, mas será postada em breve. Tenho que confessar que amo a Megan mais do que eu amava, ela sim soube dar um fim digno a essa história maravilhosa, me perdi em lagrimas diante do final desse livro. 


Chloe Peterson está tendo uma noite ruim. Uma noite realmente ruim. O machucado grande em sua bochecha pode provar isso. E quando seu carro patina para fora da estrada molhada em direção a uma vala, ela está convencida de que até o cara maravilhoso que a salvou do meio da tempestade deve ser muito bom para ser verdade.
Ou ele é mesmo? Por ser um fotógrafo de sucesso que viaja frequentemente pelo mundo, Chase Sullivan tem seu jeito com mulheres bonitas, e quando ele está em casa, em São Francisco, um de seus sete irmãos normalmente está acordado para começar um pouco de diversão.
Chase acha que sua vida é ótima do jeito que está — até a noite que encontra Chloe e seu carro destruído na rodovia Napa Valley. Não apenas nunca tinha conhecido alguém tão adorável, por dentro e por fora, mas como também percebe que ela tem problemas maiores do que seu carro batido.
Logo, ele será capaz de mover montanhas por amor — e proteção — a ela, mas ela deixará? Chloe prometeu nunca cometer o erro de confiar em um homem novamente. Mas a cada olhar que Chase lança a ela — e a cada carinho doce e pecaminoso — conforme a atração entre eles sai faísca e esquenta, ela não pode fazer nada a não ser se perguntar se encontrou a única exceção. E apesar de Chase não perceber que sua vida mudaria para sempre em um instante, para melhor, ele não é o único a querer lutar por essa mudança.
Ao contrário, ele está se preparando para uma luta... pelo coração de Chloe.

Resenha ! Gostei muito do livro, porém achei que tudo aconteceu rápido de mais e a autora poderia ter desenvolvido mais, mas  mesmo assim fiquei super envolvida com a história e dei 4 estrelas. 



Anna Cochran sempre foi completamente apaixonada por Evan Tremayne. Mas o cowboy cabeça-dura só pensava em protegê-la dos outros homens da cidade. Anna passou anos esperando que ele tomasse uma iniciativa, porém Evan lutava contra seus verdadeiros sentimentos por ela. Dependia de Anna conquistá-lo. E ela logo faria Evan perceber que não era tão inocente quando ele pensava.









Resenha ♥ !Foi meu primeiro romance de banca e amei com todas formas. A construção dos personagens me surpreendeu muito, gostei da escrita da autora e da forma na qual ela conduz a história.


Cleo uma mulher bonita e inteligente, viaja para Las Vegas com suas melhores amigas, após seu noivo decretar que só iria se casar, caso eles ficassem 30 dias afastados, sem contato algum. Arrasada com a notícia aceita a proposta de suas amigas e viaja a Las Vegas, sem pretensão alguma e contando os dias para voltar aos braços de seu noivo. O que ela não sabia era que sua vida iria mudar totalmente, a partir do momento em que conhece Douglas, o homem mais bonito e sedutor que já conheceu, e que ele, por causa de uma noite de bebedeira, iria se tornar o seu marido. O que fazer agora? Como voltar aos braços de seu noivo? Será que ela ainda ama seu noivo? Afinal, ela havia casado em Las Vegas.





Resenha ♥    Todo mundo  que acompanha o blog sabe que sou fã de carteirinha da   Tatiana Amaral e tenho que confessar que esse livro é diferente de todos os outros dela que eu li, eu deixei bem claro na minha resenha que esse livro você pode até achar que é previsível, mas te garanto que quando você chegar no final você vai vê que não é nada do que você imaginou é muito mais que isso. 



Cassie está prestes a realizar o grande sonho: estrelar um espetáculo na Broadway. O que ela não esperava era ter que enfrentar o reencontro com o ex-namorado, que será novamente protagonista ao seu lado, em uma peça cheia de romance e cenas quentes. Trabalhar com Ethan traz o passado à tona, e lembra a Cassie que o que existe entre eles vai muito além de simples química.










Resenha ♥    Esse livro só não me deixou de ressaca literária por que eu já corri para minha Julieta, foi um livro que eu fiquei me questionando por que eu não li antes, sinceramente não tenho palavras para descrever o que senti lendo esse livro, eu não desgrudava dele demorei menos de 24 horas para concluir a leitura .

Alguns amores nunca te deixam ir...Cassie jurou que nunca iria perdoar Ethan por quebrar o coração dela, quando eles estavam juntos anos atrás. Ele era seu grande amor, e quando ele se recusou a amá-la de volta, uma parte dela morreu para sempre... ou assim ela pensou. Agora ela e Ethan estão compartilhando um palco da Broadway, e ele está determinado a reconquistá-la. Finalmente ele é capaz de dizer todas as coisas que ela precisava ouvir... mas ela pode acreditar nele? Será que ele realmente mudou, e o que faz com que esta mudança seja diferente de todas as suas outras promessas não cumpridas?A resposta está em algum lugar do passado, e agora a verdade virá à luz. Cassie voltará a confiar da maneira como ela era antes com Ethan? Ou é tarde demais para estes amantes estrela-cruzados?
Não perca este final hipnotizante da continuação de 'Meu Romeu', a história de amor inesquecível, que capturou os corações de mais de dois milhões de fãs online.

 Minha Julieta ainda não tem resenha, mas em breve postarei. Esse livro é outro que não tenho palavras para descrever, ele foi muito esclarecedor para mim referente ao Meu Romeu que deixou algumas coisas no ar que só foram explicadas nesse livro. O amadurecimento dos personagens nesse livro me fizeram chorar sem só nem piedade resumindo AMEI.


Bom pessoal , essas foram minhas leituras do Mês de Agosto, esse mês de Setembro irei atualizar todas essas resenhas aqui no blog. ♥


27 de agosto de 2016

[Resenha #33] Meu Romeu

  Titulo: Meu Romeu
  Autora: Leisa Rayven
  Editora: Globo Livros 
  Páginas :407
  Sinopse: Cassie está prestes a realizar o grande sonho: estrelar um espetáculo na Broadway. O que ela não esperava era ter que enfrentar o reencontro com o ex-namorado, que será novamente protagonista ao seu lado, em uma peça cheia de romance e cenas quentes. Trabalhar com Ethan traz o passado à tona, e lembra a Cassie que o que existe entre eles vai muito além de simples química.”

Olá meus queridos leitores, tudo bem com vocês? Bom eu espero que sim!
Hoje vim falar de um livro que vejo muitas pessoas falando e acabou que em uma conversa em um grupo do whatsapp o meu interesse pelo livro subiu ao nível máximo e  eu não resisti e tive que pegar para ler.


 No livro conhecemos a história da Cassanda Taylor mais conhecida como Cassie e do Ethan Holt. Cassie recebe uma ligação do seu agente falando que ela recebeu uma grande proposta para fazer uma peça para a Broadway, mas ela já deveria imaginar que as coisas não seriam tão fáceis assim, junto com a novidade da peça ela também descobre que fará par com seu ex-namorado no qual o fim do relacionamento não foi lá um dos melhores, mas como toda boa profissional Cassie aceita o papel no qual eles farão um casal bem intenso e muito apaixonado. Ela nunca conseguiu esquecer-se do homem no qual ela mais amou na vida, mas estaria disposta a ser o mais profissional possível, mas quando ela vê Ethan depois de três anos sem se o vê ela sente algo diferente e ao mesmo tempo fica agitada e tenta recuar. Ethan está disposto a fazer tudo para reconquista Cassie tentando afastar dela todos os fantasmas do passado e contando a ela tudo que ela deveria saber tudo que passava na cabeça dele naquela época de faculdade, mas Ethan percebe que não será tão fácil assim, após magoar Cassie no passado ela criou uma alta defesa em relação a ele, mas Ethan está disposto a tudo para mostrar que mudou e está disposto a tudo para reconquistá-la. 

“Nunca percebi o quanto doía não está com você até te ver de novo e a dor ir embora”

 O livro me deixou sedenta o tempo inteiro, foi uma história que me pegou de um jeito que eu falava só mais um capítulo e assim foi até o fim do livro. Tem pessoas que gostaram muito desse livro (meu caso), mas também vi pessoas que não gostaram por falar que o livro tem uma pitada clichê, mas vamos combinar que hoje em dia a maioria dos romances tem uma pitada clichê eu mesmo vivo falando aqui que o romance em si já é um clichê. O livro me agradou muito ele é narrado em primeira pessoa pela visão da Cassie , e narra o presente e a seis anos atrás  a narração me  lembrou a  do livro  O LADO FEIO DO AMOR , essa narrativa foi fundamental para podermos compreender o motivo da Cassie ser tão fechada igual ela é hoje, a autora foi bem esclarecedora em todos os detalhes referente ao passado e ao presente dos personagens.

“Ele sabe como me abarcar e eu sei como acalma-lo.É instintivo” 
Eu fiquei muito frustrada com o Ethan eu queria sentar ali e falar Vem cá, vamos conversar o que está acontecendo? Eu amei o Ethan desde o primeiro capítulo que ele aprece, ele tem alguns problemas com autoestima que vocês irão entender ao longo do livro e a autora trabalhou muito bem nesse quesito da personalidade dele, Ethan é o tipo de personagem que fala o que quer se não agrada ele pode ter certeza que ele vai falar que isso não o agradou, como por exemplo, nas aulas da faculdade ele vive falando o que ele pensa. Por mais que tenha uma autoestima baixa achei Ethan um personagem com grande qualidade e de punho forte, mas na hora que ele mais precisou ter o punho forte ele não teve.


“ Com você eu fui verdadeiro, real como nunca”
 Os personagens secundários são de grande importância nesse livro, como por exemplo: Ruby a amiga de Cassie na qual ela divide o apartamento, Ruby é muito espontânea adora uma festa e sempre tenta animar a Cassie de alguma maneira. Também temos o Jack ele é muito engraçado dei boas risadas com ele, no meio da tensão ele está sempre ali para fazer suas palhaçadas.  Temos Elissa à irmã do Ethan que está sempre ali tentando dar conselhos para Cassie tentado de certo modo mostrar para ela como o irmão  dela funciona.Assim como outros também tiveram grande importância ao longo da trama.

“Ás vezes, gostar de alguém não tem nada a ver com o que você quer e tudo a ver com o que você precisa”. 
  Adorei a ideia da autora de ter como pano de fundo a história Romeu e Julieta tenho que confessar que quando li a última pagina desse livro me derramei a chorar, só não entrei em ressaca literária por que já  fui direto par Minha Julieta. Nesse primeiro livro ainda ficam algumas coisas no ar que só vamos entender melhor em Minha Julieta. Amei a escrita da autora, a forma na qual ela elaborou a personalidade de cada personagem desde os principais até os secundários foi de uma maneira extraordinária que me ganhou por completo, o cenário também faz jus ao tema de faculdade, festas essas coisas. Os diálogos são bem joviais. Confesso que a história de Cassie e Ethan não está muito longe da nossa realidade, quem nunca teve um fim de relacionamento não muito bom e depois com as idas e vindas da vida não reencontrou seu antigo parceiro? Esse livro eu indico de olho fechado para todos aqueles que querem suspirar ao longo da trajetória de Ethan e Cassie.




22 de agosto de 2016

[Resenha #32] Caminhos da Sedução

 Titulo: Caminhos da Sedução 
Autora: Diana Palmer 
Editora: Harlequin
Páginas :252

Sinopse: Anna Cochoran sempre foi completamente apaixonada por Evan Tremayne. Mas o Cowboy cabeça-dura só pensa em protegê-la dos outros homens da cidade. Anna passou anos esperando que ele tomasse alguma inciativa, porém Evan lutava contra os seus verdadeiros sentimentos por ela. Dependia da Anna conquistá-lo. E ela logo faria Evan perceber que não era tão inocente quanto ele pensava 



Olá meus queridos leitores, tudo bem com vocês? Espero que sim!
Hoje vim contar para vocês sobre minha primeira experiência com romance de banca.




No livro somos apresentados a Anna Cochran,uma menina de 19 anos filha de uma mulher muito rica, mas nem por isso ela é esnobe, Anna nutri uma paixão quase doentia pelo  Cowboy Evan Tremayne um homem de 34 anos que exala beleza e que também é sócio de sua mãe. Anna sempre seguia Evan por onde quer que ele fosse na cidade ela sempre estava por perto,mas uma certa noite na festa  em que sua mãe organizou Evan aparece com uma antiga amiga isso deixa Anna muito irritada, porém isso a faz perceber o quão tola ela era de ficar perseguindo Evan e que  a partir daquele momento ela jamais iria persegui-lo novamente.Com o passar dos dias Evan nota o quanto Anna anda o deixando de lado e não faz a mínima questão de sua presença, com isso ele começa a ficar preocupado  por que bem lá no fundo ele sabia que amava a perseguição da Anna.A trama gira em torno disso, como será que vai ficar essa história? Será que Evan se rende aos encantos de Anna? Será que Anna finalmente deixara Evan em paz? Isso você só irá descobrir se lê “Caminhos da Sedução”
 “No último ano, Evan se esforçara ao máximo em ignorá-la, apesar de fazer muitos negócios com a mãe dela.” 

 Tenho que confessar que amei, foi uma experiência arrebatadora, me disseram que os romances de banca tinha muito clichê, mas confesso que nesse livro não achei tanto assim, a autora sobre pregar muito bem o desenvolvimento do livro para que não ficasse algo meloso demais.  O livro é narrado em terceira pessoa como sempre deixo claro  não sou chegada nessa narrativa ai vem a autora e me surpreende mais uma vez com uma narrativa fluida. A história tem mais de 200 paginas pode até parecer um livro pequeno já que o tamanho e reduzido, mas a história é intensa te deixa louca querendo mais. O enredo e mais voltado para parte da Anna até certo momento, depois fica mais focado no Evan, gostei muito do desenvolvimento em si.Os diálogos entre os personagens também são hilários, tem algumas cenas mais quentes digamos assim, mas não chega ser um hot. Os personagens secundários são de grande importância na história como, por exemplo, os irmãos do Evan, a mãe da Anna e o Rendall eles são de extrema importância para o desenvolvimento da história.

“Os olhos azuis de Anna se suavizaram e entristeceram diante daquela visão.”

O cenário foi muito bem construído e elaborado, a autora gosta de ser bem detalhista. A história já vem de algum tempo atrás como por exemplo  já fazia anos que a Anna perseguia o Evan  ou seja a história não é algo repentino no qual estamos acostumados a ler em romances na medida que as paginas vão passando vamos conhecendo melhor Evan e Anna. Os personagens foram muito bem desenvolvidos Anna com tão pouca idade e rica me surpreendeu muito achei que ela seria uma personagem fútil, mas não, ela é cheia de garra e muito determinada. Evan também é um personagem de punho forte me agradou em vários sentindo tanto como homem tanto quanto pessoa.Algumas coisas que percebi que as pessoas não gostam no romance de banca são as folhas que são bem parecidas com a folha de jornal e pelo fato dele ser pequeno, o livro é bem simples no quesito diagramação. 


“Teria doido menos se ela o tivesse esbofeteado.O semblante de Evan  endureceu”

Uma história leve, que vai fazer você suspirar e querer ficar o tempo todo dando conselho para ambos por que pelo menos comigo foi assim, estou super feliz com minha experiência o livro supriu todas as minhas expectativas me deixou extasiada querendo mais, me disseram uma vez que é o primeiro livro que você lê do gênero é que determina se você vai gostar ou não e para ser sincera eu amei!

16 de agosto de 2016

[Resenha #31] : Casei. E agora?

Titulo: Casei.E agora? "As aventuras do meu descasamento"
Autora: Tatiana Amaral
Paginas: 262
Leituras do Kindle
Sinopse:Cleo uma mulher bonita e inteligente, viaja para Las Vegas com suas melhores amigas, após seu noivo decretar que só iria se casar, caso eles ficassem 30 dias afastados, sem contato algum. Arrasada com a notícia aceita a proposta de suas amigas e viaja a Las Vegas, sem pretensão alguma e contando os dias para voltar aos braços de seu noivo. O que ela não sabia era que sua vida iria mudar totalmente, a partir do momento em que conhece Douglas, o homem mais bonito e sedutor que já conheceu, e que ele, por causa de uma noite de bebedeira, iria se tornar o seu marido. O que fazer agora? Como voltar aos braços de seu noivo? Será que ela ainda ama seu noivo? Afinal, ela havia casado em Las Vegas.
Olá meus queridos leitores, tudo bem com vocês? Espero que sim! Hoje vim falar de um livro que já queria ler a muito tempo, pois amo a escrita da autora. Lembram-se daquela promoção da Garoto que tinha códigos para comprar um livro na Amazon? Então quase surtei quando ganhei uma caixa e vi que o livro que eu mais queria estava lá como uma das opções.
“Afinal de contas, eu realmente queria um casamento e desejava desesperadamente a minha felicidade de volta.”

No livro vamos conhecer a história da Cléo uma brasileira  de 25 anos que atualmente mora nos Estados Unidos com seu namorado John. Cléo sempre pensou em casar com tudo que tinha direito desde o vestido branco até as daminhas de honra, Depois de dez anos de namoro John resolveu pedir a Cléo em casamento, mas antes do casamento eles teriam que ficar um mês separados para ganhar novas experiências, Cléo não gostou muito da ideia, mas como era muito apaixonada pelo namorado acabou cedendo.


“Aprender mais com a vida, porque o mundo está girando,mudando e me deixando para trás”

Cléo andava muito chateada, então suas amigas logo perceberam e resolveram a levar para uma viagem em Las Vegas, elas queriam que a amiga se divertisse já que era isso que John estava fazendo. Então fizeram as malas e foram as quatro pra Las Vegas.Na primeira noite em que elas estão lá resolvem sair para dançar e curtir a noite então  acabam encontrando um grupo de amigos que estavam ali por quase o mesmo motivo queriam tirar o amigo de uma depre já que a namorada dele havia o traído.

 “Las Vegas nunca dorme e você sempre tem o que fazer a qualquer hora do dia ou da noite.É  só escolher.”


 Douglas é um cara lindo, muito dedicado a sua carreira ,educado e cheio de carisma. Estava com seus amigos em uma boate para refrescar sua cabeça já que havia descoberto a traição da sua namorada. Quando Douglas a viu se sentiu interessado já que ela era uma mulher muito bonita e atraente. Desde o momento em que Cléo o viu já se sentiu atraída, mas se negava a acreditar nisso já que John era seu único e verdadeiro amor.Depois dessa noite o grupo se encontrou mais uma vez e foi onde Cléo acabou de se embebedando e casando com Douglas sem querer (digamos assim ). E daí que vem toda a história do descasamento, eles começam a correr para tentar cancelar o casamento, mas cada hora acontece alguma coisa.

“Só mais dezenove dias e então: casamento e felicidade”

 Imagine um livro envolvente que te faz rir, que te faz chorar, que te faz ficar apaixonada e o melhor de tudo EU TE GARANTO QUE QUANDO VOCÊ ACHA QUE ENTENDEU TUDO, VOCÊ VAI PERCEBER QUE NÃO ENTENDEU NADA E QUE O FINAL NÃO É TÃO PREVISIVEL QUANTO PENSAMOS tive que deixar isso bem enfatizando, por que por mais que o livro pareça previsível ele não é. A história flui muito bem o enredo é riquíssimo sou suspeita a falar da escrita da Tatiana Amaral, por que ela é uma das minhas autoras favoritas e qualquer coisa que ela escreve eu amo. O livro é narrado em primeira pessoa pela Cléo, particularmente amo esse tipo de narrativa foi muito bacana vê os pensamentos da Cléo. Sabe aqueles personagens que podemos encontrar no dia-a-dia? É bem o tipo Cléo e Douglas, são personagens que não estão fora da nossa realidade. Eu ganhei mais um crush literário. A história é linda ela faz você ter um mix de sentimentos e no final você fala meu deus eu não imagina que era isso. A história flui de uma maneira que você perde literalmente a noção do tempo, para terem ideia li em um dia, o livro tem um enredo que te prende e te cativa acho que isso é fundamental para que a leitura flua de uma maneira positiva.  Recomendo a história desses dois de olhos fechados. E com toda certeza é um livro que vou carregar para sempre,  a história me deixou pensativa e me fez rever algumas coisas. O legal ao longo da história que as amigas dela sempre a apoia, mas nunca deixando de lado a opinião delas. Os personagens secundários são de grande importância para o desenrolar da história. Resumindo amei de mais recomendo de olhos fechados para quem quer se divertir muito.

“ Somos comprometidos.Digo...Somos comprometidos com outras pessoas...Não com nós dois...”











14 de agosto de 2016

[Resenha #30] A Fera

Titulo: A Fera
Autor: Alex Flinn
Editora:Galera Record
Paginas:320
Sinopse:Eu sou uma fera. Uma fera. Não exatamente um lobo, ou um urso, um gorila ou um cão, mas uma terrível criatura que anda em duas patas — uma criatura com dentes e garras e pelos surgindo de cada poro de minha pele. Sou um monstro. Você acha que estou falando de contos de fada? De jeito nenhum. O lugar é Nova York. O momento é agora. Não sofro de uma deformidade ou uma doença. E vou ficar dessa forma para sempre — destruído —, a não ser que possa quebrar o feitiço. Sim, o feitiço, aquele que a bruxa da minha aula de inglês lançou sobre mim. Por que ela me transformou em uma besta que se esconde durante o dia e rasteja à noite? Vou lhe contar. Vou lhe contar como eu costumava ser Kyle Kingsbury, o cara que você gostaria de ser, com dinheiro, beleza e uma vida perfeita. E aí vou contar como me tornei... a fera. Alex Flinn adora contos de fada e fez suas duas filhas aguentarem dezenas de versões de A Bela e a Fera enquanto escrevia este livro... E aí perguntou a elas como uma fera agiria para encontrar uma garota em Nova York. É autora de outros cinco livros, vencedores de vários prêmios norte-americanos. Ela mora em Miami.
                            

                                 
Olá meus queridos leitores tudo bem? Hoje vamos falar desse livro maravilhoso "A Fera"!
O livro de Alex Flinn, uma adaptação do famoso conto de fadas A Bela e A Fera. Já li e vi todos os tipos de adaptação e esse livro como o filme original me surpreendeu.
Kyle não foi criado com a mãe ele é filho de um famoso repórter, um típico riquinho esnobe como tantos outros no mundo, mas não só isso ele praticamente se idolatra. E se mostra cruel e insensível com as demais pessoas que não tem a dádiva da beleza. Mas isso muda quando sua vidinha perfeita é balançada e vai para os ares quando ele se depara com a bruxa Kendra.Keyle  convida Kendra para uma festa, mas no fundo ele apenas queria fazer hora com a cara da menina, assim que Kendra  chega a festa ele a humilha, mas ela não iria deixar barato .


Kendra lhe lança um feitiço. E tudo o que ele não tem mais é tempo de voltar atrás.
Transformado em Fera, Kyle tem apenas dois anos para encontrar o amor verdadeiro: Alguém que o ame verdadeiramente e incondicionalmente, não por que ele é ou pelo dinheiro e status que ele tem, mas sim por quem ele é por dentro, com seus acertos e defeitos, e tem de amar e aceitar até mesmo sua aparência já que se tornou uma besta-fera.
Lindy é nossa querida bela da história. È mesmo bela e transformou nossa fera em uma bela também. Visto que com Lindy, Kyle descobriu o valor da amizade e bondade, conheceu o verdadeiro significado de caridade e sensibilidade, através dos olhos de Lindy, Kyle descobriu as belezas mais simples e singelas da vida.
O livro nos prende desde o começo até o fim, uma narrativa fluida e maravilhosa. Uma coisa que me agradou tanto no livro quanto no filme foi o desenvolvimento dos personagens para esse conto de fadas moderno e como os personagens vão amadurecendo ao decorrer da história. Os personagens secundários tem grande importância ao longo da história eles dão certa essência a tudo que vai acontecendo ao longo da história. É  uma linda história que arranca lagrimas e suspiros, uma boa pedida para os fãs de romance .
 É definitivamente um livro e um filme de resgate.
Resgate de valores e de sentimentos. Mais uma vez é o amor provando que TUDO pode que a todos muda e que com amor tudo se torna possível até mesmo amar UMA FERA.

9 de agosto de 2016

[Resenha #29] Um Olhar de Amor

Titulo: Um Olhar de Amor  
Autora:Bella Andre
Editora :Novo Conceito 
Páginas: 192 (Versão econômica)

Sinopse: Chloe Peterson está tendo uma noite péssima fugindo de seu ex-marido e de sua vida. Após sofrer um acidente de carro, em uma estrada molhada e ir parar em uma vala, acaba sendo resgatada pelo encantador Chase Sullivan. Um fotógrafo de sucesso, gentil, educado e dedicado à família. Irresistível em cada olhar, Chloe percebe que sentiu algo de muito forte e especial. O único problema é que havia acabado de tomar a decisão de jamais confiar em outro homem. Chase também se encanta por Chloe e resolve jamais desistir da mulher que cruzou seu caminho, até vencer a barreira de seu coração.

Olá meus queridos leitores, tudo bem com vocês? Espero que sim!
Hoje vim falar de um livro que já estava com vontade de ler a muito tempo e falei que só iria ler quando tivesse todos, e assim que comprei todos comecei a me aventurar com os Sullivans.


O livro nos apresenta a Chloe e Chase. Chase é um fotografo que está indo para o vinhedo do seu irmão mais velho fazer um ensaio fotográfico, como ele estava dirigindo a noite e chovia muito estava atento a tudo que acontecia na estrada, foi então que ele percebeu um carro jogado na valeta, Chase se aproximou, mas percebeu que não havia ninguém dentro do carro então continuou seguindo seu trajeto quando mais a frente percebeu uma mulher caminhando na chuva com apenas uma mochila nas costas, então ele meio que deduz que ela seja a motorista do carro. Ao se aproximar da mulher ele pode perceber o tanto que ela estava ferida no rosto, Chase com toda paciência tenta convencer a moça a entrar no carro, mas sem sucesso ela não quer entrar, depois de muitas tentativas frustradas ele conseguiu com que Chloe entrasse no carro e a levou para o vinhedo do seu irmão onde foi muito bem recebida na casa de hospedes. Chole é uma mulher muito decidida e quando viu Chase se aproximando com o carro sentiu certa insegurança com medo de ser seu ex-marido. Com o tempo que passou no vinhedo, Chloe acabou ajudando Chase com as modelos era uma maneira de ela mostrar sua gratidão pelo que ele tinha feito por ela, mas no fim ela acaba gostando do que está fazendo. A atração entre os dois começa a ficar cada vez mais nítida e eles não fazem a mínima questão de esconder isso de ninguém, e ai começa a história de Chase e Chloe. Uma história carregada de sentimentos escondidos  e com um toque de sedução.






 Estava com muita expectativa em relação a esse livro, ele surpreendeu as minhas expectativas em partes como, por exemplo: A escrita da autora é fascinante fiquei encantada na forma que ela conduz a história. Os personagens são bem elaborados e ela é bem detalhista. Os cenários também são bem elaborados. O que não me agradou muito foi que tudo aconteceu muito rápido até voltei um capítulo quando terminei de ler para vê se eu não tinha perdido algo. Minha amiga que já leu a série disse que esse é o único livro que ela não gostou muito, que os outros são melhores e mais desenvolvidos, assim espero!


 Gostei muito do Chase, de certo modo o livro foge um pouquinho do clichê até por que o romance em si já é um clichê, deve ser por isso que eu amo o gênero ele não faz a mínima questão de esconder seus sentimentos ele é muito sensato em tudo que faz, um personagem forte e decidido digamos assim. Chloe também não fica para trás é uma personagem muito bem desenvolvida esbanja carisma e simpatia, uma mulher firme que não se deixa abater por qualquer coisa. No começo ela tenta negar a si mesmo que poderia está sentindo algo por Chase já que ela estava vindo de um casamento conturbado e não queria se envolver com ninguém, mas com o passar das horas ela começa a perceber que o que está acontecendo vai muito além do que apenas desejo.


De uma maneira geral acho que a autora poderia ter investido em muito mais no enredo, tinha muitas coisas que poderiam  ser bem  mais  desenvolvidas para o leitor entender melhor a história. O que achei legal é que na medida em que você vai lendo a autora também vai te apresentando o próximo irmão do livro seguinte falando um pouco dele através dos diálogos entre personagens. O livro é narrado em terceira pessoa, mesmo não curtindo esse tipo de narrativa fiquei encantada com a forma na qual a autora conseguia nos transmitir as sensações dos personagens. Lembrando que o livro também tem suas cenas hots, as cenas são bem desenvolvidas nada chulo uma escrita bem sensual. De um modo geral o livro me agradou espero que os outros tenham mais histórias do que apenas um fim de semana.

 Para quem ficou curioso em saber sobre minha versão econômica eu comprei 2 box e cada um veio com 5
 livros.

 Para quem quiser conhecer os outros livros da série:




7 de agosto de 2016

Série: Black Mirror



ESPELHO, ESPELHO, MEU...

Quando meu companheiro de séries e filmes – e de quem eu morro de saudades – me falou que 
Black Mirror era um tapa na cara da sociedade, não me despertou muito interesse. Primeiro, porque essa expressão não me diz muita coisa; segundo, porque ele não soube me contar da série. Mas então fui lá ver e entendi a dificuldade. Esta é uma pergunta recorrente: mas afinal sobre o que trata a série Black Mirror? Qual é a história? Etc. etc. etc.

Dizer que a série fala sobre a relação homem 
versus tecnologia e sobre o que pode acontecer se esta relação não for repensada, é redundante. Até o jeito de ver séries mudou. A década de 80 foi o reinado de Aaron Spelling; em 90, foi a vez de David E. Kelley. Na década de 2000, Jerry Bruckheimer mandava; de lá para cá, as produções se dividiram, a internet passou a gerar conteúdo alternativo e as premiações se renderam a isso. Se antes você esperava pacientemente – até porque demorava mesmo, para chegar e alguns poucos canais, abertos e pagos, distribuíam a programação –, agora tudo se resume à maratonas e episódios interativos. Você assiste a tudo de uma vez e depois fica desesperado na abstinência das mid-seasons.




Com um título que remete à tela que encaramos diante da TV, do monitor, do celular e que está a uma palma de distância, talvez a melhor definição do que trata Black Mirror, seja a do próprio criador, Charlie Brooker, que compara a tecnologia à uma droga – e, como tal, ela transita entre o prazer e o desconforto ou sofrimento – e busca entender seus efeitos colaterais. E é nesta estrutura que todos os episódios são pautados. Tanto que o primeiro episódio é emblemático e diz a que veio, perto do final, com todas as letras: é uma declaração, é provar um ponto de vista que, inclusive, se sustenta.

Para se ter ideia de como a coisa já começa lá em cima, chega um ponto que você começa rir, tamanho o absurdo da situação, a de realmente cogitarem que o Primeiro Ministro da Inglaterra transe com um porco, com transmissão ao vivo, para salvar a vida da princesa pop da realeza. Até a Rainha espera que ele faça isso. A cara do povo, dos telespectadores ao ver a cena, também foi a minha.




Como uma série bem estruturada e a vida, está tudo lá, em todos os episódios, porque não existem consequências limitadas. Então temos o bullying cibernético, a inexistência fora da rede, a ruminação que repete e guarda uma memória à exaustão e cria uma paranoia profissional, a paisagem lá fora e as relações modificadas pelo pseudopoder do anonimato, do bloqueio e da mobilidade, os zumbis que piram sem celular porque a fonte da vida está ali dentro, o botão de compartilhar que é mais importante do que compartilhar algo real com alguém de verdade, o vigiar e punir de Foucault acontecendo na sua frente, a inversão ou potencialização de valores, onde não existe mais o certo ou errado, não existe mais o bom senso. Certo é o que o número de visualizações e curtidas decide. Se for popular, está certo. Se não for, está errado; mesmo que o conteúdo apresentado não agregue nada além de dinheiro na conta de quem o produz; mesmo que dentro de casa sua esposa tenha nojo de você e vocês nem se falem.

A série é uma produção britânica de 2011, que teve duas temporadas e um especial de Natal, em 2014. A terceira temporada foi anunciada para este ano ainda. Com trilha sonora de Abba, títulos de episódios maravilhosos, referências como 
1984 – principalmente no segundo episódio da 1ª temporada –, AI – Inteligência Artificial (e que lembra muito um livro de Laurie Frankel, Adeus, por enquanto), Brilho Eterno de uma Mente sem Lembranças e, até, A Vida de Brian, os episódios, embora independentes, são ligados por detalhes.





À parte de que os ingleses sabem como fazer uma série, aquela coisa mais profunda dos países mais velhos e de estar cheio de figurinhas tarimbadas entre os atores de lá, como Jon Hamm e Rupert Everett, Black Mirror é uma produção “tão louca” que é difícil escrever sobre ela e que não dá nem para ter spoiler, mesmo que eu contasse cada episódio; mas dá para ter a teoria de que o caso da youtuber Marina Joyce (#SaveMarinaJoyce) é um viral da série.

Black Mirror não é um tapa na cara da sociedade. É simplesmente excruciante, porque por fim, conta a história de cada um de nós. Se o incômodo, a reflexão, assim como tudo hoje em dia, só dura o tempo da série, cabe a você assistir e dizer.

Em tempo, fiquei me questionando se meus pais, que não possuem essa relação com a tecnologia – meu pai tem dificuldade para usar o celular no modelo mais básico – se sentiriam da mesma forma, mas não deu certo. Nenhum deles se interessou, de verdade, em ver a série e nem têm paciência para ver três episódios seguidos.


Talvez isso já seja uma resposta...




4 de agosto de 2016

[Resenha #28] : Insano

Titulo: Insano
Autora: Andy Collins
Skoob:Clique Aqui ♥


Sinopse:
“Gael Trent Malloy é o famoso vocalista da banda de Rock Originals, depois de um trágico acidente no palco que o deixa impossibilitado de andar, o sexy vocalista tenta recuperar seus movimentos com a ajuda dos seus amigos, o que ele não esperava era que, ao longo dessa jornada seu caminho cruzasse com o de Hanna Daves, a doce pintora que consegue quebrar suas barreiras sem nem ao menos mover um músculo.Com ela, ele vai descobrir que suas limitações físicas não são nada diante do que a consome.Ele nunca quis ser a salvação de ninguém, até hoje.”

 Olá pessoal tudo bem? Espero que sim, vamos a mais uma resenha?! 
Gael nunca gostou do som do seu nome, todos o chamam Malloy. Só uma pessoa o chamava pelo primeiro nome... Até ela aparecer!Gael é um típico playboy. Roqueiro, tatuado, sarado, lindo e venerado.Tem todas as mulheres que quer aos seus pés tem tudo e quase não valoriza nada. 

Tudo se esvazia e passa rapidamente sem sentido. Pessoas, lugares, álcool, droga, sexo louco com mulheres que nunca viu e nem queria voltar a ver.Mas um acidente faz com q perca o rumo! Mais que isso perde a sensibilidade das pernas e, é obrigado a aceitar andar numa cadeira de rodas enquanto faz fisioterapia.Mal sabe ele que é esta cadeira, a mesma que ele detesta que lhe trará sua maior felicidade.



Hanna é voluntária no hospital onde Gael está se tratando. Num esbarrão ela literalmente cai no colo do Gael, e a partir de então é justamente seu colo, seu abraço onde ela encontra toda paz que sempre buscou.

Hanna sofreu a pior discriminação que pode existir. Foi renegada pelos pais. Cresceu com a governanta e foi esta que lhe deu amor e carinho, foi ela a sua mãe. Hanna nunca soube o que era ter uma família e nunca compreendeu a reação de seus pais. Porque seus pais não a amavam?





Hanna achava que era incapaz de amar, até cair no colo do Gael.Ali naquele momento iniciou um vínculo de carinho, amizade, paixão, luxuria, e amor ... Muito amor.Gael e os integrantes da banda passam a conviver com Hanna que descobre rapidamente que família não é composta somente de quem tem seu sangue.Família é composta por quem se ama. E isso não falta nesta história cheia de amor e amizades que formam uma grande família e, juntos vivem muitas aventuras.


Hanna achava que era incapaz de amar, até cair no colo do Gael.
Ali naquele momento iniciou um vínculo de carinho, amizade, paixão, luxuria, e amor ... Muito amor.Gael e os integrantes da banda passam a conviver com Hanna que descobre rapidamente que família não é composta somente de quem tem seu sangue.Família é composta por quem se ama.
E isso não falta nesta história cheia de amor e amizades que formam uma grande família e, juntos vivem muitas aventuras.
Hanna ajudou Gael a se reerguer e caminhar.Gael ajudou Hanna a se encontrar.Porque o amor é assim.Vem de onde menos se espera, sem endereço ou lógica.Como uma avalanche derruba seus muros de proteção. Se agarra, se infiltra e penetra não só cada célula como devora sua alma.Quem ama necessita do amado, bem como necessita de ar.O amor te muda, te guia, te transforma, te transporta, e você entregue vira um apaixonado...