31 de julho de 2016

[Resenha #27] Enfynie

 Titulo: Enfynie
Autora:Patricia  Fagundes
Editora: Novo Século (Talentos da Literatura Brasileira)

 Sinopse:Natasha Fernandes era uma menina comum, de vida confortável e monótona, até encontrar um misterioso amuleto, que mudaria drasticamente sua realidade. As fantasias que ela imaginava existir somente em fábulas se tornam realidade: o amuleto abre uma passagem que a conduz abruptamente para outro mundo. Agora, em outra dimensão, Natasha tentará ser firme, e manter as esperanças de um dia retornar, e novamente encontrar sua família e seus amigos. Enquanto isso luta para sobreviver aos perigos e desafios existentes em Enfynie, um planeta em outra dimensão repleto de vida inteligente e criaturas fantásticas.

Olá meus queridos leitores, tudo bem com vocês? Espero que sim!
Hoje vim trazer para vocês a resenha do livro Enfynie.
Foto retirada do instagram da autora @pat_fagundes 

O livro narra à história de Natasha uma jovem de 22 anos. Natasha não é muito sociável tem poucos amigos, mas é muito ligada a família. Sua rotina se define em faculdade e sua casa, apesar de não prestar muito atenção nas aulas por que sempre está desenhado ou perdida em seus devaneios. Natasha é bem focada em história e mitologia.
 
Foto retirada do instagram da autora @pat_fagundes 

Um dia voltando da faculdade em sua bicicleta Natasha se depara um objeto no chão e com muita curiosidade ela se aproxima e percebe que ele parece com uma espécie de dragão com os olhos meio avermelhados, então ela o leva para casa. Quando chegou em casa estava tudo normal como sempre, sua mãe tinha preparado o almoço então eles almoçaram e o dia passou normalmente a noite então chegou e Natasha adormeceu, quando ela acordou abriu a porta do quarto e tinha uma fumaça ela gritava pelo nome dos seus familiares e nada e nem ninguém a respondia,  mesmo com todo o medo ela resolveu entrar nessa fumaça  e ao longo que andava ela percebia que não estava em sua casa. Quando ela se deu conta estava em um lugar totalmente diferente, estava em uma caverna e viu um ser enorme e resolveu sair correndo com medo, mas para sua surpresa foi ela quem o assustou, era um bicho enorme que se comunicava com Natasha através do contato visual já que ele não entendia o que ela queria dizer, então ele se apresenta como Onglier  e explica que ela não está em seu planeta e sim em Enfynie. Natasha mal sabia que as coisas só estavam começando, as coisas no país de Enfynie era tudo ao contrario e literalmente extraordinário, Natasha agora terá que aprender a conviver com isso e achar uma maneira para ir embora de Enfynie.
 
Foto retirada do instagram da autora @pat_fagundes 
 O livro chegou até mim pela autora Patricia, de inicio estava custando a me acostumar com a Natasha já que ela era uma personagem muito mimada e cheia de devaneios, se eu pudesse mudar uma coisa na história seriam os devaneios dela que às vezes não tem necessidade, o livro explora muito o pensamento dela até o primeiro momento já que ela não entende muito bem o que os nativos de Enfynie falam. Uma coisa que me chamou muita atenção e gostaria de parabenizar a autora foi a criação do cenário e uma língua totalmente diferente da nossa e o mais legal ainda e que a autora explica  e meio que nos ensina um pouco. O enredo é rico em detalhes serio muito detalhista mesmo você pode se imaginar no lugar perfeitamente. A escrita da autora me agradou muito. A criação dos personagens e algo mágico coisa literalmente de outro mundo, acho que foi o que me envolveu mais na história. A evolução da Natasha foi surpreendente ao longo da história não era mais aquela menina cheia de frescura e não me toque ela amadureceu muito, aprendeu muito com todos daqueles daquela área. Os diálogos entre Natasha e Onglier são bem engraçados ainda mais quando ela tenta explicar ele algo da terra e ele fica olhando para ela como se ela fosse alguma aberração. Para quem gosta de fantasia esse livro e uma boa pedida eu gostei bastante, ainda estou encantada com os cenários e a língua. O mais legal e que ela explica tudo sobre cada raça e ainda tem desenhos (feitos pela própria autora) ao longo do livro que possa nos ajudar e imaginar melhor as coisas que passam na cabeça da Natasha. Um livro fascinante.

Foto retirada do instagram da autora @pat_fagundes 

 Espero que tenham gostado da resenha, até a próxima!
 



20 comentários:

  1. Olá! Apesar de não curtir muito livros de fantasia, me agradou saber que a escrita é detalhista, porque ajuda muito o leitor a montar o cenário "perfeito" da história na cabeça e entender os acontecimentos melhor. Achei esses desenhos das fotos incríveeeeeeis, muito bem feitos e bem curiosos. No geral, a resenha me agradou bastante, me passou uma imagem positiva do livro. =D
    Beijos.
    http://thehouseofstorie.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  2. Olá, Bianca.
    Uma coisa que eu amei saber é que o enredo desse livro é rico em mitologia e o fato da autora ter criado toda uma cultura diferente com direito a língua própria é incrível!
    Se já estava curiosa com a obra antes, agora estou ainda mais.
    Espero que o fato da protagonista ser mimada não torne o ritmo de leitura lento, pois odeio livros com protagonistas assim, ainda mais quando é narrado em primeira pessoa.

    Confissões de uma Mãe Leitora

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. NO começo tive um pouco de dificuldade em lidar com a personagem, mas depois a história começa a tomar um rumo que você não resiste e começa a ler sem parar .

      Excluir
  3. Oi.
    Eu amo fantasias, é um dos meus gêneros favoritos com certeza. Eu achei os desenhos fantásticos e isso me instigou muito a conhecer a história e saber mais do que a autora quis explorar. Adorei a sua resenha e anotei a dica. :D

    bjs!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Esses desenhos ao meu vê são essenciais para você entender o livro, esses desenhos que eu postei não estão no livro apenas no instagram da autora,mas ao longo do livro tem algumas imagens para entender algumas coisas que a personagem faz ♥

      Excluir
  4. Oie Bia... que lindeza seu blog menina... amei!!!
    Em relação ao livro... não curti muito a capa não.. mais ao ler sua resenha fiquei um pouco curiosa com a história de Natasha... muito me anima essas coisas fantásticas de amuleto e tals... quem sabe futuramente leio.

    Beijokas!!!

    www.facesdeumacapa.com.br

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. No começo eu demorei a entender a capa, lendo o livro que pude entender melhor o que a capa significa ♥
      Fico feliz que tenha gostado do blog ♥

      Excluir
  5. Oi, Bianca. Eu não conhecia o livro e é impossível não ficar curiosa com essa premissa. Achei tudo muito fantasioso e me interessei pela leitura. As imagens estão bem feitas e deve ser muito bacana acompanhar a leitura e poder conhecer um pouco sobre cada raça com ilustrações e os detalhes que a autora introduziu no texto. Só achei a capa fraquinha para a obra, ficou tão simples que eu acho que poderia ter sido melhor, com um enredo desse a capa poderia ser bem mais explorada

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá, sim a capa no começo também não me agradou muito, mas ao longo da leitura vi que a capa tem um grande significado ♥
      Beijos

      Excluir
  6. Olá Bianca,
    Gostei muito da premissa desse livro, achei a história bem interessante e fiquei curiosa para conhecer a aventura pela qual a protagonista passa. A única que me incomodou nesse livro foi saber que a protagonista é cheia de devaneios e mimada, acho que mudaria isso também. Outro ponto bacana foi a língua e a autora ter feitos desenhos sobre os seres criados.
    Dica anotada.
    Beijos,
    Um Oceano de Histórias

    ResponderExcluir
  7. Este comentário foi removido pelo autor.

    ResponderExcluir
  8. Oi, Bianca!
    A proposta do livro me atrai. Natasha, uma garota comum e tal, tentando sair de Enfynie.
    Sou fascinada por obras com boas descrições de cenários e parece que esse livro tem essa característica.
    Gostei bastante de conhecer um pouquinho da obra!
    Beijos

    ResponderExcluir
  9. Olá!
    Amo livros de fantasia e esse me chamou muito a atenção principalmente por essa mitologia que a autora inventou, além dessa língua que deve ser maravilhosa. Adoro livros que descrevem perfeitamente os locais, que nos fazem realmente imaginar que estamos lá.
    Beijos.
    http://arsenaldeideiasblog.wordpress.com/

    ResponderExcluir
  10. Olá
    Eu amo de mais livro cheios de fantasias e coisa e tal. Eu me lembro que sua primeira tiragem ocorreu vários erres de edição, tipo nomes e datas (me corrija se eu estiver sendo doido) mas acho que foi isso mesmo. Adorei conhecer mais sobre Natasha, mesmo o sendo a primeira resenha que leio achei que o livro tem um grande potencial de ser um livro fantástico rsrs. Espero ter a chance de ler um dia quem sabe né? Até mais vê
    Bjks

    ResponderExcluir
  11. Eu acompanho a Patricia no canal do Youtube e acho os videos dela maravilhosos. Descobri recentemente a existência deste livro e só sei que eu NECESSITO! A capa é bem bonita, e a história da típica jornada do herói me chamou muito a atenção. Espero gostar! Beijos.

    ResponderExcluir
  12. Quando vi que a personagem era mimada já fiquei:- não vou me interessar por esse livro nunca nessa vida. No entanto, com o passar da resenha, vi que a personagem se desenvolveu de maneira incrível. A partir desse momento fiquei curiosa para ler essa história, ainda mais depois de saber que possui diálogos engraçados e tal. Outra coisa que gostei foi ver que a autora desenhou alguns elementos que são importantes para que o leitor tenha uma visão do que é coisas ou personagens. Enfim, amei de verdade saber mais sobre esse livro. :)

    Beijos
    Vento Literário / No Facebook / No Twitter

    ResponderExcluir
  13. Oi Bia!
    Não conhecia o livro, mas gente... parece ser um livro e tanto. A questão de entrar na fumaça me lembrou do guarda-roupas de nárnia, mas foi a única coisa que achei em comum com outra obra. Esta é bem singular, né?! Fiquei bem curiosa pra saber como é o país de Enfynie e como ela consegue sair de lá (se é que ela consegue rs). Adorei saber que a protagonista amadurece no decorrer do livro, odeio personagens mimizenas... Espero te oportunidade de ler algum dia!
    Beijos

    ResponderExcluir
  14. Olá tudo bem? Já conhecia a autora e a obra e já sou encantada por ela, porque amo fantasia!
    Achei incrível os desenhos e o novo idioma que a Patrícia criou.
    Parabéns pelo blog e pela resenha.

    Bjs

    ResponderExcluir
  15. Leio algumas fantasias e costumo gostar muito, quem sabe nao consiga me interessar se eu pegar para ler, é uma tentativa que posso fazer, mas nao será tão breve...

    Beijos

    Viviana

    ResponderExcluir