31 de julho de 2016

[Resenha #27] Enfynie

 Titulo: Enfynie
Autora:Patricia  Fagundes
Editora: Novo Século (Talentos da Literatura Brasileira)

 Sinopse:Natasha Fernandes era uma menina comum, de vida confortável e monótona, até encontrar um misterioso amuleto, que mudaria drasticamente sua realidade. As fantasias que ela imaginava existir somente em fábulas se tornam realidade: o amuleto abre uma passagem que a conduz abruptamente para outro mundo. Agora, em outra dimensão, Natasha tentará ser firme, e manter as esperanças de um dia retornar, e novamente encontrar sua família e seus amigos. Enquanto isso luta para sobreviver aos perigos e desafios existentes em Enfynie, um planeta em outra dimensão repleto de vida inteligente e criaturas fantásticas.

Olá meus queridos leitores, tudo bem com vocês? Espero que sim!
Hoje vim trazer para vocês a resenha do livro Enfynie.
Foto retirada do instagram da autora @pat_fagundes 

O livro narra à história de Natasha uma jovem de 22 anos. Natasha não é muito sociável tem poucos amigos, mas é muito ligada a família. Sua rotina se define em faculdade e sua casa, apesar de não prestar muito atenção nas aulas por que sempre está desenhado ou perdida em seus devaneios. Natasha é bem focada em história e mitologia.
 
Foto retirada do instagram da autora @pat_fagundes 

Um dia voltando da faculdade em sua bicicleta Natasha se depara um objeto no chão e com muita curiosidade ela se aproxima e percebe que ele parece com uma espécie de dragão com os olhos meio avermelhados, então ela o leva para casa. Quando chegou em casa estava tudo normal como sempre, sua mãe tinha preparado o almoço então eles almoçaram e o dia passou normalmente a noite então chegou e Natasha adormeceu, quando ela acordou abriu a porta do quarto e tinha uma fumaça ela gritava pelo nome dos seus familiares e nada e nem ninguém a respondia,  mesmo com todo o medo ela resolveu entrar nessa fumaça  e ao longo que andava ela percebia que não estava em sua casa. Quando ela se deu conta estava em um lugar totalmente diferente, estava em uma caverna e viu um ser enorme e resolveu sair correndo com medo, mas para sua surpresa foi ela quem o assustou, era um bicho enorme que se comunicava com Natasha através do contato visual já que ele não entendia o que ela queria dizer, então ele se apresenta como Onglier  e explica que ela não está em seu planeta e sim em Enfynie. Natasha mal sabia que as coisas só estavam começando, as coisas no país de Enfynie era tudo ao contrario e literalmente extraordinário, Natasha agora terá que aprender a conviver com isso e achar uma maneira para ir embora de Enfynie.
 
Foto retirada do instagram da autora @pat_fagundes 
 O livro chegou até mim pela autora Patricia, de inicio estava custando a me acostumar com a Natasha já que ela era uma personagem muito mimada e cheia de devaneios, se eu pudesse mudar uma coisa na história seriam os devaneios dela que às vezes não tem necessidade, o livro explora muito o pensamento dela até o primeiro momento já que ela não entende muito bem o que os nativos de Enfynie falam. Uma coisa que me chamou muita atenção e gostaria de parabenizar a autora foi a criação do cenário e uma língua totalmente diferente da nossa e o mais legal ainda e que a autora explica  e meio que nos ensina um pouco. O enredo é rico em detalhes serio muito detalhista mesmo você pode se imaginar no lugar perfeitamente. A escrita da autora me agradou muito. A criação dos personagens e algo mágico coisa literalmente de outro mundo, acho que foi o que me envolveu mais na história. A evolução da Natasha foi surpreendente ao longo da história não era mais aquela menina cheia de frescura e não me toque ela amadureceu muito, aprendeu muito com todos daqueles daquela área. Os diálogos entre Natasha e Onglier são bem engraçados ainda mais quando ela tenta explicar ele algo da terra e ele fica olhando para ela como se ela fosse alguma aberração. Para quem gosta de fantasia esse livro e uma boa pedida eu gostei bastante, ainda estou encantada com os cenários e a língua. O mais legal e que ela explica tudo sobre cada raça e ainda tem desenhos (feitos pela própria autora) ao longo do livro que possa nos ajudar e imaginar melhor as coisas que passam na cabeça da Natasha. Um livro fascinante.

Foto retirada do instagram da autora @pat_fagundes 

 Espero que tenham gostado da resenha, até a próxima!
 



27 de julho de 2016

[Resenha #26] UM CEO PARA CHAMAR DE MEU

Nome: UM CEO PARA CHAMAR DE MEU
Autora: Lucy Berhends
Paginas: 312
“Com mais de meio milhão de leituras em menos de um mês, o conto bestseller da Amazon tem agora sua história transformada em livro”. 
Laís Oliveira é uma garota com grandes sonhos profissionais e que luta bastante para alcançá-los. Ela foi criada no interior, mas veio para a cidade grande em busca de vencer por seus próprios esforços. Quer terminar seu mestrado e se tornar professora universitária. Antony Cavalcanti é um CEO viciado em controle. Ele cuida de tudo o que lhe pertence e os mantêm em segurança, mas talvez precise aprender que pessoas não são propriedades de ninguém. Eles se esbarram, literalmente, e juntos vão construir uma história cheia de sedução, prazer e sentimentos que os confundem. Conflitos, ciúmes, obstáculos podem ser apenas alguns dos ingredientes que os desafiarão até que o amor fale mais alto e, finalmente, alcancem seu ‘happy end’.Laís e Antony o convidam a conhecer e a participar desse intenso enredo que envolve conquista, surpresas, raiva, sexo, e muito, muito amor. 


Olá meus queridos leitores, tudo bem com vocês? Espero que sim. Hoje vim fazer resenha desse livro maravilhoso que me ganhou somente pela capa, como sempre deixo enfatizando aqui sou uma leitora apaixonada por capas. Mas vamos ao que interessa.

 Laís Oliveira tem 24 anos e estuda na Universidade Federal de Verdes Montes, trabalha como revisora de livros em uma editora muito conceituada. Laís veio do interior de uma família típica e divide apartamento com sua amiga Alana que sonha em ser uma atriz. Laís é uma jovem determinada que corre atrás dos seus sonhos  com bastante honestidade e carisma.

 Estou ciente que esse é o momento no qual eu deveria abrir minha boca e pedir desculpas por ser tão desastrada, mas não consigo encontra voz quando meus olhos encontram os.. uau.. Dele.
Antony Cavalcanti é CEO muito conceituado no ramo editorial, dono da Editora Cavalcanti. Antony veio de uma família Italiana onde eles priorizam o dinheiro acima de tudo. Ele é um tanto intimidador, misterioso, sensual e autoritário. 

Eu nunca fui um homem de raízes. Eu nunca ficava muito tempo
 A história gira em torno da relação entre Antony e Laís, em dia comum na editora Laís acaba se esbarrando com seu chefe sem ao menos saber quem ele era como sempre chega atrasada em tudo saiu correndo pelos corredores e foi para sua sala guardar suas coisas, já que ela ia direto da faculdade para o serviço, assim que Antony entra na sala ela se da conta que ele não era  da forma que havia imaginado. Apenas com alguns segundos de conversa com seus funcionários de todos os setores da editora, Antony chama atenção de Laís na frente de todos o que a deixa muito constrangida. A reunião acaba e ele pede a Laís para que ela vá até a sala dele dentro de alguns minutos. Laís tinha uma colega de trabalho que digamos que é meio exibida quer tudo que é homem que vê pela frente ela se chama Claudia, e assim que Claudia viu que ela iria a sala do chefe fez questão de implora-la para que falasse ao chefe sobre ela. Laís chega à sala do Antony e ele logo a elogia falando sobre seu trabalho para editora o que a deixa desconcertada. Antony é um homem um pouco misterioso, e usa uma aliança com isso Laís deduz que ele é casado e logo ele trata de tirar isso da cabeça dela falando que é apenas uma joia de família. A relação dos dois começa a se intensificar já que eles não esperavam sentir o que eles estavam sentindo, era algo que ia além do desejo. Antony vê seu mundo tomar cor de uma forma que ele não imaginava, pois ele estava aprendendo a lidar com esse sentimento novo e com calma e paciência Laís o guia mostrando o quanto os dois podem fazer isso dar certo.

Levanto com os olhos ardendo pela péssima noite de sono na qual um tal CEO dominador não saiu da minha cabeça nem em sonho.
 De modo geral eu amei a história e muito bem escrita rica em detalhes. O livro me instigou pela capa é realmente muito linda e ao longo da minha leitura pude imaginar Antony daquele mesmo jeito, um CEO com um lindo brinco na orelha. O enredo e riquíssimo cheio de detalhe, as cenas quentes são escritas de uma maneira um tanto sensual, mas no meu ponto de vista a autora quis focar mais no sentimento que estava se formando ali e eu amei isso. A escrita da Lucy é fantástica não vou poupar elogios, quando você vê está no fim do livro e te dá um aperto no coração. Uma coisa que me chamou muita atenção na Laís  e que na maioria dos romances hot a menina e toda frágil e sempre cede bem aos caprichos, ela não, Laís tem um  personalidade incrível  com ela e 8 ou 80 ela zela muito por isso. Recomendo a leitura é bem rápida e fluida. Gostaria de agradecer a Lucy por me proporcionar essa história maravilhosa. Acho que encontrei mais um Crush Literário.



20 de julho de 2016

Primeiras Impressões :Instituição Pra Jovens Prodígios


Sinopse:Do subúrbio carioca para uma instituição de jovens superdotados na Inglaterra, Lara Müller, uma adolescente com todas as frustrações e inseguranças típicas da idade, aprenderá que, para realizar seu sonho, são necessários sacrifícios. Deixando tudo de mais precioso para trás, nossa protagonista irá encarar uma nova realidade, muitas vezes assustadora...Quando Lara se deixa levar pela curiosidade e é atraída pelos novos ares de Sheffield, coisas ligeiramente estranhas começam a acontecer... Por que sente como se os alunos a conhecessem? Por que faz inimigos em tão pouco tempo? E, principalmente, quais os reais interesses dos mantenedores da poderosa Instituição para Jovens Prodígios? Com uma nova melhor amiga ao seu lado e um amor inesperado, Lara começa a acreditar que está ficando maluca...É normal um pombo se comunicar com uma garota?

  Recebi uma amostra do livro para fazer as primeiras impressões  sobre ele então vamos lá.
 Lara é uma menina muito inteligente, mora no Rio de Janeiro juntamente com seus pais e seus irmãos, suas condições financeiras não são lá grandes coisas, porém da para eles viverem muito bem , Lara estuda em uma escola normal está no terceiro ano do ensino médio e pelo fato  de ser inteligente sempre e cogitada como cdf , nerd dentre outros apelidos . Lara teve um romance que no final não deu certo já que percebeu que não era correspondida a altura, com isso ela resolveu dar uma chance ao seu melhor amigo. Um belo dia sua mãe está assistindo televisão quando passa a reportagem que a escola de Jovens Prodígios está abrindo inscrições para fazer as provas, Renata começou a  falar com a filha o quanto isso seria bom para ela de varias maneiras, mas Lara estava indecisa se realmente era isso que ela queria , depois de tanta insistência de sua mãe ela acabou aceitando e se dedicando aos estudos, já que não era uma prova qualquer só entrava nessa escola quem realmente era muito inteligente. 

Minhas Impressões:
Primeiro gostei muito da narrativa da autora em poucas páginas foi uma leitura agradável. A autora também é bem detalhista algo que me agrada muito ela descreveu  brevemente  a características dos personagens , mas que foi o suficiente para me fazer imagina-los. Confesso que antes de ler a sinopse só olhando pela capa jurava que ela tinha algum poder  (rsrs). A história em si me chamou muita atenção e me lembrou um pouco ao Harry Potter  (Não sei por que)só por isso me fez querer devorar mais ainda, o enredo e maravilhoso faz jus a escrita da autora que como eu disse é maravilhosa e bem jovial. Em poucas palavras se pudesse resumi esse livro seria :PRECISO DELE PARA ONTEM.
Gostaria de parabenizar a autora pela escrita e a forma na  qual ela conduz a história com detalhes, pois acho isso muito importante !

13 de julho de 2016

[Resenha #25] 8 Segundos

 Autora: Camila Moreira
Editora :Suma das Letras
Páginas: 280

O que fazer, quando dois mundos totalmente diferentes se chocam em uma realidade não esperada? Pietra sempre teve tudo o que desejava, mas após ser obrigada a passar trinta dias isolada em uma das fazendas da família, ela vai descobrir que nem tudo está ao alcance de suas mãos. Um peão de olhos azuis está tirando o sono da princesa da cidade. Lucas Ranger é um homem ligado às coisas mais simples da vida. Suas maiores paixões são o rodeio, o campo e os animais. Lucas não se deixa levar pelos lindos olhos verdes de Pietra, ele sabe que ela significa problema. Mas será que o cowboy indomável, irá se deixar laçar por uma menina de cristal? Oito segundos... uma história de amor e paixão superando as diferenças.

Neste livro você descobre que sua força de vontade é o que te move.
Ou você luta ou desiste.Muitas das situações com que nos deparamos não existem como punir os culpados, mas para vivermos temos que aprender a lidar com a culpa e com o perdão.


Aprendemos a ver que amigos são a família que escolhemos, que nem sempre a verdade é o imaginamos ver, que amores de uma noite podem ser incríveis, mas são só por uma noite e o amor real é cheio de complicações, idas e vindas, desencontros, discussão mas tudo isso faz parte do que chamamos de relacionamento.

Afinal qual relacionamento não tem altos e baixos?
Este livro mostra que o amor é lindo e frágil como um cristal, mas pode se transformar em diamante, ainda mais lindo e inquebrável. Acima de tudo este livro mostra que quando nos perdemos no amor... Encontramos nossa outra metade.

Livro fantástico... Recomendo!

Autora da Semana : Camila Martins



Olá meus queridos leitores, hoje venho apresentar a vocês a nova coluna do blog AUTOR DA SEMANA ,  a coluna será postada uma vez por semana por mim e uma coluna onde o autor vai falar sobre sua história seus livros, dar dicas de livros , falar sobre jornada como escritor dentre outros. Para estrear nossa coluna vamos conhecer a autora Camila Martins.

Meu nome é Camila Martins, faço 26 anos dia 28/07, leonina das boas, mas do tipo mais sereno graças à lua em virgem.Sou mãe de uma menina de 5 anos e casada há 7.O amor pela leitura começou graças aos incentivos dos meus pais que liam muito na minha frente e, aos poucos, fui ficando curiosa pra descobrir o que tinha de tão bom naquelas páginas cheias de letrinhas, quando eu descobri, viciei. Meu autor preferido é Erico Veríssimo, amo a escrita perfeita desse mito nacional, aprecio muito também o autor Sylvain Reynard. Lá pelos 10/12 anos comecei a escrever minhas próprias histórias, com 15 surgiram contos e poemas, aos 16 um livro. Amo romances, minhas obras são todas baseadas no amor. Escrevo desde dramas à comédias, sempre buscando trazer algo novo ao leitor. Para a leitura, eu embarco em quase todos os gêneros, basta ter uma boa história.

Esse ano eu descobri a plataforma wattpad, até então ninguém conhecia meus trabalhos, eram todos guardados, morria de vergonha, mas tomei coragem e comecei a publicar meus contos e gostei! Então em abril comecei um novo livro, uma comédia romântica baseada em muita amizade e a cada capítulo que eu escrevia, eu corria pra publicar lá, pois eu tinha leitoras aguardando ansiosas, mês passado eu finalizei o livro e as postagens. 

Sobre o livro: Todas nós meninas, temos aquela amiga que é o nosso amorzinho, cujo relacionamento é tão forte quanto um casamento e foi aí que surgiu a história de Pirados, na amizade entre Barbara e Nanda, amigas desde a infância. O livro (narrado em primeira pessoa, com POVs de quase todos os personagens) começa contando o inicio da amizade e coisas que só amigas passam, como contar todos os babados e aquele colo consolador nos momentos de tristeza pelos corações partidos.  A seguir Barbara já adulta, reencontra no elevador do prédio o cara que quebrou seu coração há 8 anos, Eduardo Marra, e ela que sempre foi maluquinha e sem papas na língua puxa assunto sem a menor cerimônia. E então o livro engrena, num misto agradável de comédia, com uma pitadinha de suspense e com o passar do tempo muuuuitos suspiros. Barbara, que é a protagonista da história, é super doidinha, totalmente possessiva, o que é dela ninguém toma, ama rock, all star, e trabalha no telemarketing. Eduardo Marra, o outro protagonista, tem TOC por organização e foi o primeiro amor de Barbara, um cara tranquilo, mas que sofre por suas crises e ele nem sonha o quanto foi marcante na vida de Barbara na época da adolescência. Trabalha como vendedor de eletrodomésticos. Quando ele reencontra Barbara é que ele descobre que tem um coração bom no peito e que esse coração é lindo e cheio de amor. Nanda é a melhor amiga da Barbara, serena, a que manja dos conselhos, a que tem o melhor coração do mundo e Fabricio é o cara mais fofo da galáxia, marido da Nanda.
O livro é repleto de música boa nacional (Legião Urbana, Nenhum de Nós, Pitty, Ira e claro, Sandy e Junior haha <3 ) parece teen, mas o leitor que prossegue na leitura descobre que é um bom New Adult com toques calientes .
Convido você leitora do blog lindo e maravilhoso Entre Livros e Amores a conhecer a obra que ainda se encontra no Wattpad nesse link Clique aqui e aproveito para divulgar que Pirados será publicado pela Chiado Editora até o final do ano e que se encontra em pré venda, basta entrar em contato comigo pelo email kamila.look@hotmail.com ou pelo grupo do facebook Grupo do facebook ou no perfil pessoal Facebook
Leitora querida, se você ama um bom romance, Pirados - Perfeitamente Bagunçados é para você, leia e descubra que o amor que te enlouquece é o mesmo que te cura! 
Beijosss

7 de julho de 2016

[Resenha #24] O Ladrão De Raios


Titulo: O Ladrão de Raios
Serie: Percy Jackson e os olimpianos
Autor: Rick Riordan
Paginas: 387
Editora: Intrinseca

Resumo: O ladrão de raios é o primeiro volume da Saga Percy Jackson e os Olimpianos. O ladrão de raios esteve entre os primeiros lugares na lista das series mais vendidas do The New Times. O autor conjuga lendas da mitologia grega com aventuras do século XXI. Nelas os Deuses do Olimpo continuam vivos, ainda se apaixonam por mortais e geram filhos, metade deuses, metade humanos, como os heróis da Grécia antiga. Marcados pelo destino, eles dificilmente passam da adolescência. Poucos deles conseguem descobrir sua identidade.
O garoto-problema Percy Jackson é um deles. Tem experiências estranhas em que deuses e monstros mitológicos parecem soltar das paginas dos livros direto para a sua vida, pior que isso: algumas dessas criaturas estão bastante irritadas. Um artefato precioso foi roubado do Monte Olimpo e Percy é o principal suspeito. Para restaurar a paz, ele e seus amigos - jovens heróis modernos - terão de fazer mais do que capturar o verdadeiro ladrão: eles precisam elucidar uma traição mais ameaçadora que a fúria dos deuses.

Minha Avaliação:


Resenha: Me surpreendi muito com o livro, porque antes eu havia visto o filme e acho que esse foi o motivos que eu enrolei para começar a ler, mas também foi o motivo que me levou a ler, tenho que dizer que eu deveria ter lido antes, porque a história é impressionante, incrível e algumas partes engraçadas, cheio de criaturas e deuses, o autor fez uma mistura sobre o que sabemos da mitologia com a modernidade do século XXI. 

Percy Jackson é um semideus, um meio-sangue, filho de um deus com uma mortal, ele mora com a mãe e seu padrasto em Nova York. Percy não sabe nada sobre ser filho de um deus, isso é ate ele ter 12 anos e coisas muito estranhas começam a acontecer.

Percy descobre que o melhor amigo dele Grover, é na verdade um sátiro, e depois de Percy ter sido atacado, ele, sua mãe e Grover vão em direção ao Acampamento Meio-Sangue, mas no meio do caminho eles são atacados por um Minotauro que sequestra a mãe de Percy. 

No acampamento Percy conhece Annabeth, que uma meio-sangue, filha de Atenas, e Luke que é filho do deus Hermes.

 O livro fica ainda mais empolgante quando Percy, Grover e Annabeth saem do acampamento em busca do raio de Zeus, no meio do caminho eles encontram deuses que o ajudam, e monstros que tentam engana-los. 

Eu conheci a serie através do filme, que eu olhei e gostei, e quando eu soube que tinha o livro, que era uma saga eu logo pensei, vou ler esse livro, mas eu acabei só enrolando e demorei para ler, e tenho que dizer que gostei mais do livro do que do filme, pois o filme não mostra tudo o que eles passaram e a muitas partes que eles tiraram.
Esse com certeza foi um dos melhores livros que eu ja li e me encantei por ele, em breve vou ler o segundo livro da Saga, O Mar de monstros.

Eu recomendo esse livro. Percy Jackson e o Ladrão de raios.


2 de julho de 2016

[Resenha #23] Momentos

Nome: Momentos
Autora: Gisele Souza
Sinopse:Joana viveu sua vida cercada de momentos - bons, ruins, alegres e tristes. Momentos estes que mudaram sua vida completamente. Quando conheceu Bernardo e André, viu naqueles dois garotos uma linda amizade. Os três se tornaram inseparáveis. Até que, por uma brincadeira do destino, tudo passou a ser sombrio.Depois de anos vivendo cercada de culpa e tristeza, uma chance lhe é dada. Só que nem tudo é como gostaríamos que fosse. A vida muitas vezes nos prega peças e somos desviados de nosso caminho.Momentos plenos de felicidade se tornam apenas lembranças.O amor pode ser incondicional até que ponto?

Fwd: 43- *** RESENHA *** LIVRO: MOMENTOS AUTORA: GISELE SOUZPara: bianca-silvac@hotmail.co


Livro cheio de dúvidas, drama, sofrimento e superação. Que te fazem analisar não só a história do livro, mas nossas vidas, nossos sentimentos e nossas almas! Pra começar faço a seguinte pergunta: Como você define o AMOR? Você consegue numerar e quantificar a quantidade de amor que sente por cada pessoa que te cerca?Se sim! Continuemos... Pois você pensa como eu... Então... É possível amar mais de uma pessoa ao mesmo tempo, com diferentes intensidades e formas?Basicamente é a revelação do livro!Que fala de amizade, e esta amizade tem tanto amor que faz com que 2 pessoas abram mão do amor carnal, da paixão que sentem em prol do amor de amigos que fala mais alto num primeiro momento.Joana " Jo " foi criada numa família totalmente desestruturada, onde ela foi negligenciada ao máximo, quase ao ponto de não existir para seus pais. Bernardo era todo certinho, porém um tanto recluso.André " Déco " foi jogado fora e abandonado por sua mãe drogada.Criado em lares adotivos e com isso tem grandes problemas emocionais.Os 3 se completam ... E se amam!Mas é possível? Antes de mais nada, NÃO É TRIÂNGULO AMOROSO.E ... NÃO HÁ TRAIÇÃO!Porém... O destino é cruel!Após uma discussão com sua mãe que praticamente roga que a filha não será feliz .... Um desastre separa a Jô do Bernardo e faz com que a garota que já vive um conflito de sentimentos se atire em uma depressão complicada. Ela foge de tudo e de todos por se culpar e passa 7 longos anos se martirizando apenas sobrevivendo.

Mas o mesmo destino que foi cruel promove o reencontro do casal e reacende todo o amor e a paixão de anos atrás. Mas nada para esses dois vem fácil!O Deco tem sua vida atual para lidar, junto com os sentimentos que sempre teve pela Jo, e ainda tem o medo e a culpa da Jo para dificultar as coisas. Mas até onde devemos sofrer?Há um limite?E, o amor? É capaz de curar TUDO?Depois de ler todo o livro.... Mais uma vez venho dizer que eu acredito a cada dia mais no amor.O amor preenche espaços onde a culpa, a mágoa, a tristeza habitam para proporcionar alegria, esperança e paz!É minha conclusão deste livro!
No amor verdadeiro encontramos PAZ!



Série : Gotham


Sinopse da SérieAntes de Batman, a cidade de Gotham já existia. James Gordon (Ben McKenzie) é um detetive iniciante polícia. Corajoso, sincero e ansioso para mostrar serviço, o recém-promovido tem como missão solucionar o caso do assassinato dos bilionários Thomas e Martha Wayne, um dos casos mais complexos da cidade. Com seu parceiro, o oficial Harvey Bullock (Donal Logue), Gordon conhece o único sobrevivente do assassinato: Bruce (David Mazuouz), um garoto de 12 anos, filho do casal, por quem ele imediatamente sente uma grande afeição.
SANTOS RAIOS DUPLOS, BATMAN!

Se você, assim como eu, acha o Batman “o cara”, deve ter ficado meio na dúvida com a ideia de lançarem uma série chamada Gotham. Pois, é. Como spoiler, só te digo que este temor se mostrou infundado. Não nas tentativas e remakes tristes que lotam o mercado cinematográfico, mas porque Gothamé muito boa, mesmo!!!

Assim como o nome sugere, a série conta, através do detetive James Gordon, a história de uma cidade mergulhada em corrupção e crime, anos antes dele virar comissário e, mais anos antes ainda, do Batman surgir. E talvez seja este o grande segredo da série, contextualizar o que criou a necessidade de um super-herói. Para quem gosta de Batman, isso vem no pacote de todas as versões do personagem. Em Gotham, como a cidade é a grande protagonista, isto é destrinchado até revirar o estômago.

A primeira temporada é mais tranquila, porque apresenta os personagens envolvidos, o drama do menino Bruce Wayne (David Mazouz), que tem seus pais assassinados e um James Gordon (Ben McKenzie, que fazia The O. C., uma das séries mais legais que já existiram) bom policial, que entra na Força com a fé de que é possível não ser contaminado pela podridão do sistema. É neste momento que conhecemos seu parceiro Harvey Bullock (Donal Logue, que sempre foi subestimado em outras produções e aqui é responsável pelos momentos mais hilários da trama), a poderosa Fish Mooney (Jada Pinkett Smith), a única mulher a se arriscar entre a ganância masculina e disputar o poder de igual pra igual e, Oswald Cobblepot (Robin Lord Taylor), um cara esquisito e ardiloso, que não gosta de ser chamado de Pinguim. No final desta mesma temporada chega a Dra. Lee Thompkins (Morena Baccarin, a brasileira que interpretou a Mulher Maravilha), a única pessoa da história que representa a sanidade, de fato, e que paga o preço constante por essa escolha.

Na segunda temporada, a série dá uma reviravolta. Mesmo sendo discretamente anunciada na temporada anterior, a coisa piora; e veja que eu disse “a coisa”, não “a série”. A história entra num ritmo vertiginoso quando Dom Falcone (John Doman), a única pessoa que mantinha o poder sob controle, pois todos os criminosos o respeitavam, é justamente retirado de seu posto. A partir disso, todas as loucuras são liberadas, todos os crimes são permitidos, todas as pessoas enlouquecem e surgem as criaturas e situações mais bizarras possíveis, afundando de vez uma cidade que não tem tempo mais nem de respirar; uma cidade tão insana que faz parecer que Arkham é o melhor e mais seguro lugar para se estar.

Cheia de referências, como o próprio Tim Burton, O Exterminador do FuturoLaranja MecânicaSherlock e até Anne Rice, a grande surpresa da série atende pelo nome de Alfred Pennyworth (Sean Pertwee). Porque seria impossível o surgimento de Batman se o mordomo de Bruce Wayne fosse apenas um inglês de bons modos!

Conduzida com maestria por Bruno Heller (o mesmo que produziu The Mentalist), Gotham é uma série sensacional, que vale à pena ser vista, mesmo que você goste só um pouquinho de Batman.