16 de março de 2016

[Resenha #11] A Jovem Alessia

 Titulo : A Jovem Alessia
Autora: Louise Bennet
Sinopse
 França, século XVIII. Alessia é uma jovem simples e inocente, q ue vive numa fazenda vinícola com o pai, um conde amargurado que não tem carinho pela filha. Convidada pela princesa Anna, Alessia vai passar uma temporada na corte do rei Henri, seu padrinho, e lá se apaixona pelo jovem capitão Marcus de Lanpré, principal  oficial da guarda real e braço direito do rei. Sofrendo por um amor impossível, já que era nobre e Marcus, um plebeu, Alessia enfrentará muitos obstáculos. Há lutas de espadas, festas, bailes, guerras, intrigas e um final inesperado! A descoberta do amor e do sexo, a vida conjugal e o valor das amizades, em meio a conflitos pessoais e familiares, recheiam este romance. Embora os muitos diálogos utilizem as formas verbais da segunda pessoa para dar um toque de época, o livro é fácil de ler, apresentando uma  narrativa rápida.  O livro foi escrito com inspiração em antigos e consagrados romances juvenis da literatura  internacional,  tais  como:  “O  Conde  de  Monte  Cristo”,  “Mulherzinhas”, “Ivanhoé”, etc., mas traz seguramente a marca da modernidade. As situações retratadas no livro não descrevem nenhum trecho da verdadeira história da França ou das famílias reais que lá viveram. No entanto, os detalhes históricos, principalmente sobre sucessão monárquica, sobre história dos costumes e outros de maior relevância, foram minuciosamente pesquisados com o intuito de dar veracidade à história.  
 Minha Avaliação 
Olá meus queridos leitores , hoje vim falar um pouco sobre esse romance de época maravilhoso . Foi o primeiro romance de época que li e me apaixonei completamente sempre lia romances,mas sempre aqueles com uma pitadinha sensual que são os meus favoritos, mas confesso que esse me agradou muito em uma visão geral.


-Traze-a mais vezes á cidade, Emilie ! Uma jovem tão bela não pode ficar em casa trancada, ainda mais naquela fazenda tão distante.
 O livro conta a história da jovem Alessia uma garota da dezesseis ,filha de um Conde que por mais que vive na mesma casa que ela mal conversa com a filha um homem sério e que vive de luto desde a morte de sua mulher a 16 anos atrás , por mais que Alessia tenha um titulo nunca  soube bem o que era a vida fora da fazenda já que o seu pai a mantinha ali juntamente com seus criados , suas únicas  amigas eram a princesa Anna na qual a chama de irmã e sua criada Emilie que sempre estava com ela. Em uma ida a cidade  Alessia sente-se atraída pelo capitão Jean-Marcus-Phillipe de Lanpré que é o braço direito do rei. Assim como Alessia  Marcus (como ele é chamado na maioria do tempo) também sentiu atração pela  jovem ,mas seu amigo também da guarda real Sr Léon  tentou tirar da cabeça do amigo  que se aproximasse da jovem , pois ela era nobre .
 
 
 Sempre que Ana conhecia um rapaz, imediatamente escrevia uma carta para  Alessia  para contar detalhes de seu novo caso .
 A história começa a ficar boa é a desenvolver  quando Alessia vai para o castelo.  Depois de tantas tentativas frutadas de convidar a amiga para passar uns dias no castelo , Anna resolveu mandar o mensageiro real  até a fazenda exigindo do Conde uma resposta imediata sobre deixar a jovem Alessia ir ao castelo, o Conde se viu sem saída e acabou deixando a jovem ir .
 Depois de sua chega ao castelo ela se vê mais atraída ainda pelo belo capitão Marcus , no qual vai fazer todo esforço para ficar com sua amada Alessia.
 O livro é divido em duas partes onde a primeira mostra toda riqueza e poder da corte e as tentativas de Marcus para se aproximar da  Alessia , na segunda parte já conta a vida de casada  de Alessia e Marcus , onde   Alessia percebe que a vida de casada não é mil maravilhas igual ela pensava que fosse é devido a alguns segredos que vocês vão descobri ao longo da história.

- Mas mamãe, ele é um plebeu, Alessia é uma nobre!
-Vejo que nunca amaste, minha criança, pois o amor nada vê dessas coisas, o amor vê somente a essência do coração de cada um.
 Paixões proibidas ,mistérios e guerra compõe muito bem essa história. A Autora soube conduzir muito bem, por ser meu primeiro romance de época confesso que me agradou muito, tem muitas pessoas que vão achar meio difícil a  escrita da autora ,mas eu achei perfeita ,pois já que ela está falando de um século passado sua escrita tem que fazer jus ao século e ao enredo da história. Por mais que seja uma cidade fictícia que autora criou para história ficou bem real de acordo com que ela ia descrevendo o cenário onde se passava a história , algo que me chamou atenção no livro foi o casamento da Alessia ,pois hoje não é normal uma garota tão jovem se apaixonar tão rápido e se casar mais rápido ainda ,mas naquela época era algo muito comum, para quem ama romance de época com uma pitadinha de mistério pode ler "A Jovem Alessia "  como todo romance tem lá seus clichês esse não fica de fora ,mas é algo que precisa conter para  dar continuidade ao enredo da história !

  Um trecho do livro escolhido pela própria autora :  

Não muito longe dali, Marcus ouvia o som do piano da princesa. Sabia que Alessia estava junto. Ficou por muito tempo sentado no jardim escuro, observando as luzes e ouvindo o som oriundo do aposento. Imaginava como Alessia estaria vestida naquela noite, imaginava seu sorriso, sua voz, seu jeitinho de menina. Faria qualquer coisa para conhecê-la melhor. O dia havia chegado ao fim e ele não mais a vira. Marcus tinha livre acesso àquela parte reservada do castelo onde ficavam os aposentos do rei, de Anna, e, agora, de Alessia, mas não ousaria circular por ali. Tinha medo de que seus olhos o denunciassem. Sabia que estava totalmente visível em seu rosto toda a sua admiração pela jovem recém-chegada. Seria arriscado demais. Afinal, ele era apenas um empregado. Um empregado de confiança, braço direito de sua majestade, tinha suas qualidades pessoais, mas conhecia seu lugar, pensou tristemente. E Alessia era nobre, filha de um conde.


 Um pouco sobre a Autora 
Louise Benett é tradutora e escritora. Casada há 23 anos, mora com o marido no interior de São Paulo. Formada em Letras e com Pós-graduação em Tradução Técnica pela USP, foi secretária em multinacionais e, há mais de dezoito anos, trabalha com traduções técnicas, literárias e legendagem de filmes. Desde a juventude escreve contos, peças teatrais e poemas. As peças que escrevia naquela época eram encenadas no colégio onde estudava.
Trecho

 Espero que tenham gostado da resenha , pois amei compartilhar um pouco desse livro com vocês ,  leiam e depois me contem ♥ Beijos com carinho  
 

Nenhum comentário:

Postar um comentário